Divulgação/Universal

O Massacre da Serra Elétrica vai ganhar novo filme do diretor de O Homem das Trevas

“O Massacre da Serra Elétrica” vai ganhar mais uma continuação.

Os direitos do filme original de 1974 foram revertidos para o co-roteirista do longa, Kim Henkel, que negociou com a Legendary para dar continuidade à franquia.

A sequência será produzida pelo cineasta uruguaio Fede Álvarez, que já dirigiu um reboot/sequência de terror clássico, “A Morte do Demônio”, em 2013, além de “O Homem das Trevas” (2016) e “Millennium: A Garota na Teia de Aranha” (2018). O acordo não garante que ele também vai dirigir o longa.

Com direção do falecido Tobe Hooper, “O Massacre da Serra Elétrica” original acompanhava um grupo de jovens que, ao viajar ao Texas, acabava na propriedade de parentes canibais, sendo caçados por um maluco que matava com serra elétrica e usava pedaços de suas vítimas como máscara.

O próprio Hopper assinou a primeira sequência, simplesmente chamado de “O Massacre da Serra Elétrica 2”, em 1986. E vários outros filmes se seguiram, entre eles um remake, um prólogo e até alguns que se apresentaram como continuações diretas do primeiro longa. Até Henkel dirigiu uma dessas sequências, “O Massacre da Serra Elétrica: O Retorno” (1994), transformando o filme numa continuação oficial – e pior exemplar da franquia.

Portanto, não é surpresa que o novo projeto prometa ignorar as outras continuações para retomar a trama a partir da história original.

Embora não seja novidade, a ideia tem uma justificativa recente: o sucesso de “Halloween”, que ignorou décadas de continuações para emendar sua trama diretamente no primeiro filme.

O novo “Massacre” ainda não tem previsão de estreia.