Cynthia Nixon e Christine Baranski vão estrelar nova série do criador de Downton Abbey

A HBO anunciou as protagonistas de sua nova série “The Gilded Age”. Cynthia Nixon (“Sex and the City”) e Christine Baranski (“The Good Fight”) serão as protagonistas da atração, criada por Julian Fellowes, o responsável pelo fenômeno britânico “Downton Abbey” (2010-2015).

Fellowes começou a desenvolver esse projeto em 2012 e até anunciou uma parceria com a rede NBC no começo de 2018. Desde então, o canal sofreu mudanças de comando e a produção passou a ser considerada muito cara, caindo no limbo. Até que, numa reviravolta, o ex-presidente da NBC, Bob Greenblatt, virou o novo todo-poderoso da WarnerMedia, dona da HBO. E eis que “The Gilded Age” voltou à tona.

A série se tornou a primeira contratação da HBO desde que Greenblatt assumiu seu novo cargo, comandando todas as plataformas da WarnerMedia.

Trata-se de um novo drama de época sobre família abastada e trabalhadores pobres, ao estilo de “Downton Abbey”. Mas, em vez de se passar no interior da Inglaterra do começo do século 20, retrata a cidade de Nova York durante o fim do século 19, mostrando o contraste entre a aristocracia e a classe trabalhadora do período.

O título da atração remete a um termo cunhado pelo escritor americano Mark Twain (1835-1910), que se refere a uma época na qual a alta sociedade do país, apesar da aparência de riqueza, vivia entre falências, corrupção e escândalos. “The Gilded Age” não seria uma era de ouro (golden age), mas um período que tentava se passar por dourado.

A trama da atração vai girar em torno de Marian Brook, uma jovem herdeira de uma família conservadora de Nova York que se vê entrando no mundo de seus vizinhos abastados, comandado pelo magnata da indústria ferroviária George Russell. As intrigas se desenvolverão entre um largo elenco, que contará com o filho devasso de Russell e a matriarca Bertha, que sofre preconceito por sua rápida ascensão social.

De volta à HBO depois de 15 anos, Cynthia Nixon interpretará a irmã de Agnes, Ava Brook. Sem a mesma sorte de achar um ricaço, Ava passará pela crise sendo sustentada financeiramente pela irmã, num puro gesto de caridade.

Já Christine Baranski viverá a aristocrata Agnes van Rhijn. Orgulhosa, ela não aceitará as mudanças da época e, ao se ver sem um tostão furado no bolso, arranjará um bom partido (rico, claro) para se casar. Enquanto isso, a família dela experimentará a decadência com uma crise em sua fazenda.

A produção também contará com Amanda Peet (“As Viagens de Gulliver”) e Morgan Spector (“Homeland”), que vivem, respectivamente, Bertha Russell, uma mulher que veio da classe média e vai usar o dinheiro e prestígio do marido para se encaixar na alta sociedade, e o marido, o barão George Russell. Implacável, ele acumula milhões em transações e, como todo rico caricato, não gosta de sair com o rabo entre as pernas ao tentar fechar um negócio.

A 1ª temporada, composta de dez episódios, ainda não tem data de estreia.