Vilão de Supergirl entra na 3ª temporada de Star Trek: Discovery


O ator David Ajala, que viveu o vilão Manchester Black em “Supergirl”, entrou no elenco fixo da 3ª temporada de “Star Trek: Discovery”. Sua participação foi destacada nas primeiras fotos divulgadas da nova fase da produção, dividindo cenas com Sonequa Martin-Green, protagonista da série no papel de Michael Burnham.

O personagem do ator se chama Book (livro, em inglês), é descrito como “inteligente e capaz” e tem “um carisma e atitude destemida que costuma colocá-lo em apuros, mas também ajudá-lo a escapar”.

Sua aparição tem relação com a mudança radical que envolverá a trama dos próximos capítulos.

Após uma temporada com grande intersecção com a “Jornada nas Estrelas” dos anos 1960, com direito a participações do Capitão Pike (Anson Mount) e Spock (Ethan Peck), os próximos episódios vão acompanhar a chegada da nave Discovery e sua tripulação num futuro ainda mais distante, projetados no tempo por um buraco de minhoca.



A viagem no tempo muda a perspectiva da série, até então situada como prólogo da primeira “Star Trek” de 1966, e abre uma infinidade de possibilidades para os roteiristas, que se livram das amarras canônicas ao colocar os personagens num período histórico que ainda não foi abordado na franquia, 950 anos no futuro.

A 3ª temporada ainda não tem previsão de estreia.

“Star Trek: Discovery” é disponibilizada no Brasil pela Netflix.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings