Vingadores: Ultimato vai voltar ao cinema com cenas inéditas para superar Avatar


A Marvel resolveu dar o empurrãozinho que faltava para “Vingadores: Ultimato” ultrapassar a arrecadação de “Avatar” e se tornar o filme de maior bilheteria de todos os tempos. O estúdio de super-heróis da Disney anunciou que o filme será relançado nos cinemas com cenas inéditas.

Foi o próprio presiente da Marvel Studios, Kevin Feige, quem revelou a novidade, em entrevista ao site ComicBook. “Vamos fazer isso. Não sei se foi anunciado. Mas sim, vamos fazer isso no próximo fim de semana”, disse o executivo.

Depois, em entrevista ao Screen Rant, ele explicou que as novas cenas serão incluídas ao fim do longa. “Depois dos créditos, haverá uma cena deletada, uma pequena homenagem, e algumas surpresas”.

O filme original não teve cenas pós-créditos, tornando-se uma exceção neste sentido entre as produções da Marvel.

A nova versão de “Vingadores: Ultimato” chegará aos cinemas antes do lançamento de “Homem-Aranha: Longe de Casa”, cuja história funcionará como um epílogo para a saga que o Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) construiu ao longo dos últimos 11 anos.


Ainda não foi divulgado se o relançamento de “Vingadores: Ultimato” com cenas extras será exclusivo do mercado americano ou se chegará também em outros países. A Disney ainda não se manifestou sobre o assunto no Brasil.

Lançado no final de abril, “Vingadores: Ultimato” é o segundo filme mais visto do mundo desde o dia 5 de maio, quando superou “Titanic”. Atualmente, está a menos de US$ 50 milhões da marca do líder do ranking, “Avatar”.

Até o momento, o longa da Marvel já acumulou US$ 2,743 bilhões nas bilheterias mundiais, enquanto “Avatar” somou US$ 2,788 bilhões.

Mas a produção dos super-heróis desacelerou seu avanço em meio às últimas estreias de cinema, que passaram a ocupar as salas que estavam exibindo o longa. Talvez não conseguisse ultrapassar a sci-fi 3D de James Cameron sem o incentivo que a Marvel está planejando.

De todo modo, a ideia não é exatamente uma novidade. Tanto “Titanic” quanto “Avatar” tiveram relançamentos nos cinemas. No caso de “Titanic”, o longa voltou numa versão 3D em 2012. Já “Avatar” acrescentou 9 minutos de cenas extras em 2010, poucos meses após sua estreia original.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings