Atriz do filme do Monstro do Pântano entra na série do personagem

A atriz Adrienne Barbeau, que estrelou o filme do “Monstro do Pântano” de 1982, dirigido por Wes Craven, entrou na série do personagem, atualmente sendo gravada na Louisianna para o serviço de streaming DC Universe. Ela própria revelou a novidade em seu Twitter, apagando o post logo em seguida.

Quando atuou no filme, Barbeau interpretou Alice Cable, uma versão feminina de Matt Cable, porque a namorada do monstro, Abby Arcane, ainda não tinha proeminência nos quadrinhos – o que só foi acontecer com chegada do escritor Alan Moore à DC, um ano após o longa de Craven.

O papel no “Monstro do Pântano” do cinema não foi o único destaque da carreira de Barbeau, que foi uma das rainhas dos gritos dos anos 1980. Ela também estrelou “Bruma Assassina” (1980) e “Fuga de Nova York” (1981) para o diretor John Carpenter, e as antologias “Creepshow” (1982) e “Dois Olhos Satânicos” (1990) para George A. Romero. Para completar, tem uma forte ligação com as animações da DC, tendo dublado a Mulher-Gato na clássica “Batman: A Série Animada”, de 1992 a 1995, e em “Gotham Girls”, de 2000 a 2002. E continua a filmar muitos terrores até hoje.

As gravações da série da DC já estão em andamento há alguns meses e vão mudar bastante a origem do personagem, criado em 1972 pelos lendários Len Wein (também pai de Wolverine) e Bernie Wrightson, alterando o foco para a namorada do personagem nos quadrinhos. Originalmente, Abby Arcane era sobrinha do cientista louco/alquimista Anton Arcane, uma espécie de Dr. Moreau da DC, que criava monstros por meio de mágica e manipulação genética, e foi a primeira personagem a demonstrar empatia pela criatura, após ser salva – junto do marido – repetidas vezes pelo Monstro.

Na premissa da série, ela vai surgir solteira e como uma pesquisadora do Centro de Controle de Doenças Contagiosas (CDC, na sigla em inglês), que retorna a sua casa de infância na cidadezinha de Marais, na Louisiana, para investigar um vírus mortal transmitido pelo pântano.

Ela desenvolve um vínculo com o cientista Alec Holland, apenas para tê-lo tragicamente tirado dela. Mas quando forças poderosas agem sobre o local com a intenção de explorar as misteriosas propriedades do pântano para seus próprios propósitos, Abby descobre que o lugar guarda segredos místicos e que seu potencial interesse romântico pode não estar morto.

Abby será vivida por Crystal Reed (que interpretou Sofia Falcone em “Gotham”) e Holland ganhará interpretação de Andy Bean (o Stanley adulto de “It: A Coisa, Capítulo 2”) e de Derek Mears (o Jason da franquia “Sexta-Feira 13”). O primeiro dará vida à versão “humana” do biólogo, enquanto Mears representará o Monstro do Pântano.

A série foi desenvolvida pelos roteiristas-produtores Mark Verheiden (“Constantine”) e Gary Dauberman (“It: A Coisa”) para a produtora Atomic Monster, do diretor James Wan (“Invocação do Mal”). O primeiro episódio tem direção de Len Weiseman, mas não há mais informações sobre quem assinará os demais capítulos.

“Swamp Thing” (o título original) será disponibilizada em maio na plataforma DC Universe nos Estados Unidos.