Premissa do novo filme de Danny Boyle lembra curta-metragem brasileiro



O trailer de “Yesterday”, novo filme do diretor britânico Danny Boyle (“Quem Quer Ser um Milionário?”), chegou nesta terça (12/2) na internet divertindo o público com sua premissa. O detalhe é que ela é praticamente a mesma de “Zélvis Não Morreu”, um dos trechos do curta “Os Filmes Que Não Fiz” (2008), de Gilberto Scarpa.

No curta brasileiro, um imitador baiano de Elvis Presley sofre um acidente e, ao acordar num hospital, descobre que é única pessoa no mundo que se lembra do cantor, e passa a fazer sucesso como um artista original ao cantar os hits do rei do rock.

No longa britânico, um músico iniciante sofre um acidente e, depois de sair do hospital, descobre que é a única pessoa do mundo que se lembra dos Beatles, e passa a fazer sucesso mundial ao cantar os hits dos reis do iê-iê-iê.

Coincidência?


O roteiro de “Yesterday” foi escrito por um mestre, o rei das comédias românticas britânicas Richard Curtis (de “Quatro Casamentos e um Funeral”, “Um Lugar Chamado Notting Hill” e “Simplesmente Amor”). Mas a história “original” é creditada a Jack Barth, roteirista de talk shows e programas de variedades do Reino Unido.

Compare abaixo o trailer legendado de “Yesterday” com o trecho de “Zélvis Não Morreu” do curta de Scarpa.



blank

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings