Roma é o grande vencedor do Critics’ Choice Awards 2019



Com quatro troféus, “Roma” foi o grande vencedor do Critics’ Choice Awards 2019 na noite de domingo (13/1) em Los Angeles. O longa produzido pela Netflix venceu como Melhor Filme, Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Direção e Melhor Fotografia, consagrando o trabalho do cineasta mexicano Alfonso Cuarón, que assinou o trabalho como produtor, diretor e cinematógrafo.

“Vice” e “Pantera Negra” se destacaram logo a seguir com três troféus. A premiação do filme da Marvel foi puramente técnica: Design de Produção (a velha cenografia com nome pomposo), Figurino e Efeitos Visuais. Já o longa político premiou Christian Bale com dois troféus e tempo dobrado de discursos, como Melhor Ator e Melhor Ator de Comédia. O filme também foi considerado a Melhor Comédia.

Houve um curioso empate na categoria de Melhor Atriz, que dividiu o prêmio entre Glenn Close, por “A Esposa”, e Lady Gaga, por “Nasce Uma Estrela”. Lady Gaga ainda venceu o Critics’ Choice Award de Melhor Canção por “Shallow”, de “Nasce Uma Estrela”.

Com mais indicações da noite – 14, ao todo – , a produção britânica “A Favorita” ficou com apenas dois prêmios: Melhor Elenco e Atriz (Olivia Colman). Nenhum integrante da equipe apareceu para receber a premiação.

Mahershala Ali, por “Green Book: O Guia”, e Regina King, por “Se a Rua Beale Falasse”, foram os Melhores Coadjuvantes.

Nas categorias dedicadas a filmes de gênero, “Missão: Impossível – Efeito Fallout” venceu como Melhor Filme de Ação, “Um Lugar Silencioso” como Melhor Terror ou Sci-fi (e é ambos) e “Homem-Aranha no Aranhaverso” como Melhor Animação.

O Critics’ Choice Awards não é a premiação de todos os críticos americanos, mas de duas associações de críticos que trabalham na TV e na web, uma espécie de Globo de Ouro com eleitores americanos.

E, assim como o Globo de Ouro, também premia os melhores da televisão.

Por coincidência, a eleição da Melhor Atriz de Minissérie rendeu novo empate: entre Amy Adams, por “Objetos Cortantes” (Sharp Objectcs), e Patricia Arquette, por “Escape From Dannemora”. Ambas aproveitaram para agradecer juntas.

De resto, “A Maravilhosa Mrs. Maisel” (The Marvelous Mrs. Maisel) reinou entre as comédias, com três troféus, seguida por “Barry” com dois, enquanto “The Americans” foi o campeão entre os dramas e os prêmios de Minissérie se dividiram entre “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” e “Objetos Cortantes” (Sharp Objects).

Confira a lista completa de vencedores abaixo.

CINEMA

Melhor Filme
“Roma”

Melhor Ator
Christian Bale (“Vice”)

Melhor Atriz
Grenn Close (“A Esposa”)
Lady Gaga (“Nasce Uma Estrela”)

Melhor Ator Coadjuvante
Mahershala Ali (“Green Book: O Guia”)

Melhor Atriz Coadjuvante
Regina King (“Se a Rua Beale Falasse”)

Melhor Ator/Atriz Jovem
Elsie Fisher (“Oitava Série”)

Melhor Elenco
“A Favorita”

Melhor Direção
Alfonso Cuarón (“Roma”)

Melhor Roteiro Original
Paul Schrader (“First Reformed”)

Melhor Roteiro Adaptado
Barry Jenkins (“Se a Rua Beale Falasse”)

Melhor Fotografia
Alfonso Cuarón (“Roma”)

Melhor Design de Produção
Hannah Beachler & Jay Hart (“Pantera Negra”)

Melhor Edição
Tom Cross (“O Primeiro Homem”)

Melhor Figurino
Ruth Carter (“Pantera Negra”)

Melhor Cabelo e Maquiagem
“Vice”

Melhores Efeitos Visuais
“Pantera Negra”


Melhor Canção Original
“Shallow” (“Nasce Uma Estrela”)

Melhor Trilha Sonora
Justin Hurwitz (“O Primeiro Homem”)

Melhor Comédia
“Podres de Ricos”

Melhor Ator em Comédia
Christian Bale (“Vice”)

Melhor Atriz em Comédia
Olivia Colman (“A Favorita”)

Melhor Filme de Terror ou Ficção Científica
“Um Lugar Silencioso”

Melhor Filme de Ação
“Missão: Impossível – Efeito Fallout”

Melhor Animação
“Homem-Aranha no Aranhaverso”

Melhor Filme Estrangeiro
“Roma” (México)

TV

Melhor Série – Drama
“The Americans”

Melhor Ator em Série – Drama
Matthew Rhys (“The Americans”)

Melhor Atriz em Série – Drama
Sandra Oh (“Killing Eve”)

Melhor Ator Coadjuvante em Série – Drama
Noah Emmerich (“The Americans”)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série – Drama
Thandie Newton (“Westworld”)

Melhor Série – Comédia
“A Maravilhosa Sra. Maisel”

Melhor Ator em Série – Comédia
Bill Hader (“Barry”)

Melhor Atriz em Série – Comédia
Rachel Brosnahan (“A Maravilhosa Sra. Maisel”)

Melhor Ator Coadjuvante em Série – Comédia
Henry Winkler (“Barry”)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série – Comédia
Alex Borstein (“A Maravilhosa Sra. Maisel”)

Melhor Série Limitada
“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”

Melhor Telefilme
“Jesus Christ Superstar Live in Concert”

Melhor Ator em Série Limitada ou Telefilme
Darren Criss (“The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”)

Melhor Atriz em Série Limitada ou Telefilme
Amy Adams (“Sharp Objects”)
Patricia Arquette (“Escape at Dannemora”)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Limitada ou Telefilme
Ben Whishaw (“A Very English Scandal”)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Limitada ou Telefilme
Patricia Clarkson (“Sharp Objects”)

Melhor Série de Animação
“BoJack Horseman”



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings