Oscar 2019: Alfonso Cuarón bate recorde de indicações a prêmios individuais



Com suas cinco indicações ao Oscar de 2019, o cineasta mexicano Alfonso Cuaron bateu o recorde de nomeações individuais da premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos.

Além de ser indicado como Melhor Diretor por “Roma”, Cuarón foi selecionado para a disputa de Melhor Roteiro Original, Direção de Fotografia e também na categoria de Melhor Filme como produtor. Para completar, também disputa como diretor e produtor o Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira.

Assim, ele superou os três antigos campeões da Academia, Orson Welles, os irmãos Coen e Warren Beatty, que somaram quatro indicações anteriormente. Welles em 1942, por seu trabalho como diretor, roteirista, produtor e ator principal na obra-prima “Cidadão Kane” – mas só venceu a estatueta de Melhor Roteiro Original. Beatty duas vezes: em 1979 por “O Céu pode Esperar” e em 1982 por “Reds”, em ambas como diretor, roteirista, produtor e ator principal – venceu o Oscar de Melhor Direção por “Reds”. Já os irmãos Ethan e Joel Coen compartilharam as indicações de Melhor Filme, Direção, Roteiro Adaptado e Edição e venceram as três primeiras por “Onde os Fracos Não Têm Vez” em 2008.

Alan Menkel também teve quatro indicações num mesmo ano, mas três concentradas na mesma categoria, Melhor Canção Original, por “A Bela e a Fera” em 1992.



Cuarón teve cinco indicações, mas poderia chegar a seis. Só não atingiu esse número porque não foi selecionado na categoria de Melhor Edição.

Ao todo, seu filme “Roma” disputa 10 prêmios, incluindo Melhor Atriz e Atriz Coadjuvante. Veja a lista completa aqui.

As indicações ao Oscar de 2019 foram anunciadas nesta terça-feira (22/1) e a premiação acontecerá no dia 24 de fevereiro no Dolby Theater, em Los Angeles, com transmissão no Brasil pelos canais Globo e TNT.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings