Jason Momoa vai processar brasileiro que editou vídeo para forjar assédio do ator



O ator Jason Momoa foi alvo de uma “brincadeira” mal-intencionada que viralizou nas redes sociais. Na última quarta-feira (9/1), um vídeo em que o ator supostamente assedia uma das filhas circulou na internet, e uma série de pessoas compartilhou a informação, atacando o astro de “Aquaman”.

No vídeo, que já foi deletado da web, Momoa aparece fazendo carícias na barriga da filha, durante a première de “Aquaman” no Havaí. A menina se mostra desconfortável com a situação, o que gerou uma comoção muito forte entre os internautas, culminando em manifestações contra o ator em suas redes sociais.

O detalhe é que o vídeo foi editado para dar a impressão errada. A versão original – que pode ser visto abaixo – não registra nenhum tipo de assédio.

A busca pelo post original revelou que o responsável pela versão editada, ao que tudo indica, é brasileiro.


Segundo informações do jornal Destak, a assessoria de Momoa entrou em contato com o fã clube do ator no Brasil e pediu para que não compartilhassem o material. Além disso, avisou que tomará medidas legais contra o autor (ou os autores) do vídeo que criou toda a polêmica.

Desde que o caso chamou atenção internacional, o post original sumiu e todas os compartilhamentos foram deletados.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings