Framboesa de Ouro divulga piores filmes e atores do ano, de Robin Hood a Donald Trump



A organização do Framboesa de Ouro, que anualmente premia os piores do cinema, anunciou nesta segunda (21/1) a lista dos indicados a seu troféu em 2019.

Conhecido também como Razzie Awards, o “anti-Oscar” selecionou alguns suspeitos de sempre, como Johnny Depp, Will Ferrell e John Travolta, e algumas novidades, como Donald Trump. Mas a comediante Melissa McCarthy conseguiu o raro feito de ser indicada por dois filmes ruins ao mesmo tempo, apesar de estar cotada para o Oscar por um terceiro (“Poderia Me Perdoar?”).

Única estrela com espírito esportivo suficiente para ir à cerimônia receber seu prêmio de Pior Atriz, Sandra Bullock já passou por situação similar, quando venceu o Razzie e o Oscar no mesmo ano – em 2010, respectivamente por “Maluca Paixão” e “Um Sonho Possível”.

Entre os longas, a lista homenageia a ruindade de “Robin Hood: A Origem”, “Gotti”, “Crimes em Happytime”, “Holmes & Watson” e “A Maldição da Casa Winchester”, que disputam o prêmio máximo, de Pior Filme do ano.

O Framboesa de Ouro vai revelar seus vencedores em cerimônia marcada para o dia 23 de fevereiro em Los Angeles, uma noite antes do Oscar 2019.

Confira abaixo todos os indicados.

Pior Filme
“Gotti”
“Crimes em Happytime”
“Holmes & Watson”
“Robin Hood: A Origem”
“A Maldição da Casa Winchester”

Pior Atriz
Jennifer Garner, por “A Justiceira”
Amber Heard, por “London Fields”
Melissa McCarthy, por “Crimes em Happytime” e “Alma da Festa”
Helen Mirren, por “A Maldição da Casa Winchester”
Amanda Seyfried, por “Espectador Profissional”



Pior Ator
Johnny Depp, por “Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim”
Will Ferrell, por “Holmes & Watson”
John Travolta, por “Gotti”
Donald Trump, por “Death of a Nation” e “Fahrenheit 11/9”
Bruce Willis, por “Desejo de Matar”

Pior Ator Coadjuvante
Jamie Foxx, por “Robin Hood: A Origem”
Ludacris, por “Show Dogs”
Joel McHale, por “Crimes em Happytime”
John C. Reilly, por “Holmes & Watson”
Justice Smith, por “Jurassic World: Reino Ameaçado”

Pior Atriz Coadjuvante
Kellyanne Conway, por “Fahrenheit 11/9”
Marcia Gay Harden, por “Cinquenta Tons de Liberdade”
Kelly Preston, por “Gotti”
Jaz Sinclair, por “Slender Man: Pesadelo Sem Rosto”
Melania Trump, por “Fahrenheit 11/9”

Pior “Combo”
Quaisquer dois atores ou bonecos (especialmente nas cenas de sexo), por “Crimes em Happytime”
Johnny Depp e sua carreira moribunda (ele está fazendo vozes de desenhos animados!), por “Gnomeu e Julieta: O Segredo do Jardim”
Will Ferrell e John C. Reilly (arruinando dois personagens amados da literatura), por “Holmes & Watson”
Kelly Preston e John Travolta (ganhando críticas à lá “A Reconquista”), por “Gotti”
Donald Trump e seu egoísmo eterno, por “Death of a Nation” e “Fahrenheit 11/9”

Pior Remake, Cópia ou Sequência
“Death of a Nation” (remake de “Os Estados Unidos da Hillary”)
“Desejo de Matar”
“Holmes & Watson”
“Megatubarão” (cópia de “Tubarão”)
“Robin Hood: A Origem”

Pior Direção
Ethan Cohen, por “Holmes & Watson”
Kevin Connolly, por “Gotti”
James Foley, por “Cinquenta Tons de Liberdade”
Brian Henson, por “Crimes em Happytime”
Peter e Michael Sprieg, por “A Maldição da Casa Winchester”

Pior Roteiro
Dinesh D’Souza e Bruce Schooley, por “Fahrenheit 11/9”
Niall Leonard, por “Cinquenta Tons de Liberdade”
Leo Rossi e Lem Dobbs, por “Gotti”
Todd Berger, por “Crimes em Happytime”
Tom Vaughan, Peter e Michael Sprieg, por “A Maldição da Casa Winchester”


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings