Diretor de Viva – A Vida É uma Festa sai da Pixar após 25 anos



O cineasta Lee Unkrich, vencedor de dois Oscars de Melhor Animação, por “Toy Story 3” (2010) e “Viva – A Vida É Uma Festa” (2017), anunciou que vai sair da Pixar após 25 anos.

“Não estou saindo para fazer filmes em outro estúdio”, ele declarou ao site The Hollywood Reporter. “Em vez disso, estou ansioso para ficar um tempo com a minha família e fazer outras coisas que estou adiando há muito tempo”, completou o cineasta de 51 anos.

Segundo o site, a partida de Lee é amigável e no melhor momento possível: seu último trabalho, “Viva”, arrecadou mais de US$ 800 milhões e venceu o Oscar de melhor animação em 2018.



“Ele chegou à Pixar quando estávamos criando ‘Toy Story’, e teve um efeito profundo em todos os filmes do estúdio desde então. Ele literalmente ensinou cineastas novatos sobre encenação, composição e corte”, lembrou Pete Docter, diretor de “Monstros S.A” e atual diretor de criação da Pixar.

A Pixar passa por um momento de mudanças em 2019, não apenas pela saída de Lee, mas também devido ao desligamento do seu criador, John Lasseter, que foi afastado da empresa e da Disney, onde era o diretor do departamento de animação, após acusações de má conduta e assédio.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings