Aquaman ajuda Warner a registrar maior bilheteria mundial de sua história em 2018


A Warner mergulhou fundo nas bilheterias mundiais em 2018. Graças aos sucessos de “Aquaman” e “Megatubarão”, além das lágrimas de “Nasce uma Estrela”, o estúdio registrou a melhor arrecadação anual de sua história, com US$ 5,6 bilhões faturados ao redor do mundo.

Foi o segundo ano consecutivo em que a Warner conseguiu se superar. O recorde anterior do estúdio foi estabelecido em 2017, quando seus filmes arrecadaram US$ 5 bilhões nas bilheterias globais.

Com o resultado, a Warner atingiu a segunda maior arrecadação entre os estúdios de Hollywood, atrás apenas da Disney (US$ 7,3 bilhões).


Além dos três títulos citados como os maiores sucessos do estúdio neste ano, a Warner também lançou “Jogador Nº 1”, “Rampage: Destruição Total”, “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”, “Oito Mulheres e Um Segredo”, “Tomb Raider” e “Podres de Ricos”, que contribuíram para o grande retorno financeiro.

A maioria desses filmes fez mais sucesso no exterior que nos Estados Unidos e Canadá.

As bilheterias norte-americanas do estúdio ficaram em US$ 1,9 bilhão, enquanto o mercado internacional rendeu US$ 3,6 bilhões, num aumento de 17% em relação a 2017 e superando o recorde de US$ 3,17 bilhões estabelecido em 2014.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings