Sophia Bush revela que saiu de Chicago PD após ser agredida por colega



A atriz Sophia Bush finalmente deu mais detalhes de sua “>inesperada saída de “Chicago PD” ao final da 4ª temporada. Em entrevista ao podcast do ator Dax Shepard (“The Ranch”), ela disse ter sido agredida e denunciou o comportamento abusivo no ambiente de trabalho, que teria cumplicidade dos produtores.

“Você começa a perder o rumo quando alguém te agride em uma sala cheia de pessoas, e todos olham para o lado, para o chão, para o celular. Você é a única mulher da sala e todos os homens que são o dobro do seu tamanho não fazem nada”, revelou a atriz.

A ex-intérprete da detetive Erin Lindsay afirmou ter perdido o interesse na série por conta do clima abusivo e a impunidade com que isso se perpetuava.

Sophia Bush ainda revelou que reclamou com os produtores, tendo ameaçado deixar a série na 3ª temporada se medidas não fossem tomadas, mas eles a lembraram que ela tinha um contrato de sete temporadas e a forçaram a continuar, mesmo após denunciar o comportamento abusivo. Eles também teriam apelado para seu lado emocional, ao reforçar que outras pessoas também dependiam do trabalho.

“Eu internalizei e meio que peguei esse papel de não afundar o barco mesmo que eu estivesse infeliz, sendo maltratada, sendo abusada no trabalho. Eu não iria desistir porque eu adorava o cara da câmera que tem duas filhas e essa é a maneira que ele tem de pagar o aluguel”, relatou a atriz.

Até que, depois de mais uma temporada igual, ela começou a perceber piora em sua saúde por causa da situação.

Sophia Bush contou que, para deixar a série na 4ª temporada, precisou ameaçar os seus chefes. “Você pode me deixar ir embora quieta com algum acordo ou eu posso processar o canal e publicar uma carta aberta no New York Times sobre tudo que aconteceu aqui”, relembrou.

Houve um acordo e a personagem da atriz, a detetive Erin Lindsay, teve um desfecho na trama, ao receber convite de um emprego no FBI em Nova York.

Bush acrescentou que ela descobriu que suas queixas foram “escondidas” da ex-presidente da NBC Jennifer Stalke, que depois a procurou e disse que nunca a teria forçado a ficar na série.

“Eu realmente apreciei”, disse Bush sobre a resposta de Stalke.



“Eu trabalho muito duro. Eu sei que tenho uma boa reputação. Não sou uma pessoa difícil de se trabalhar”, acrescentou Bush.

Apesar da declaração, ela não citou nomes.

O que se sabe sobre os bastidores da produção é que o ator Jason Beghe foi investigado pela NBC e pela produtora Wolf Entertainment por acusações de “comportamento inadequado”. O site Deadline descobriu que a investigação durou mais de um ano sem ter levado ao afastamento do ator, apesar dele ter recebido queixas de vários membros do elenco e da equipe de produção.

A consequência das reclamações foi um acordo pelo qual os produtores pagaram terapia para o ator. Essa “punição” leve teria levado Sophia Bush a decidir tomar outro rumo na carreira.

Ela agora vai protagonizar “Surveillance”, série de espionagem da rede CBS.

Criada por David C. White (roteirista de “The Bridge”), “Surveillance” é descrita como um complexo suspense de ação e trará Bush como a Chefe de Comunicações da NSA (Agência de Segurança Nacional), que tem sua lealdade testada ao ter que decidir entre proteger os segredos do governo e os seus próprios.

“Surveillance” foi um dos projetos mais caros que a CBS encomendou nos últimos meses. Além de contar com Sophia Bush no papel principal, a produção será assinada pelo cineasta Matt Reeves (“Planeta dos Macacos: A Guerra”) e o primeiro episódio vai contar com a direção de Patricia Riggen (“Os 33”).

Ainda não há previsão de estreia.

Já “Chicago P.D.” encontra-se na reta final de sua 6ª temporada, ainda estrelada por Jason Beghe.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings