Comportamento inadequado de astro de Chicago P.D. fez Sophia Bush abandonar a série


O ator Jason Beghe, protagonista da série “Chicago P.D.”, está sendo investigado pela NBC e pela produtora Wolf Entertainment por acusações de “comportamento inadequado”. O site Deadline descobriu que a investigação já tem mais de um ano sem ter levado ao afastamento do ator, apesar dele enfrentar queixas de vários membros do elenco e da equipe de produção.

“Quando nos chamou a atenção que havia preocupações sobre comportamento inadequado no set, iniciamos imediatamente uma investigação em parceria com o departamento de Recursos Humanos e todas as partes envolvidas”, disseram a rede NBC, a Universal Television e a Wolf Entertainment em uma nota conjunta em resposta à reportagem do Deadline. “Como resultado da investigação, já agimos, e é uma situação em que continuamos monitorando de perto para garantir que todos os nossos funcionários se sintam seguros e apoiados”.

Embora não informe qual foi a “ação” tomada, o Deadline apurou que os produtores pagaram terapia para o ator. Diante dessa “punição” leve, a estrela Sophia Bush decidiu abandonar a série em maio, e mais uma outra atriz e uma integrante da equipe estariam deixando a produção, descrita por fontes do site como um “ambiente hostil para mulheres”. O Deadline garante que a saída de Bush é mesmo relacionada à conduta de Beghe.

O intérprete do Sgt. Hank Voight teria o costume de usar linguagem altamente agressiva e sexualmente sugestiva, além de assumir posturas intimidantes diante dos colegas. A maioria das queixas e a investigação foram focadas sobre manifestações de raiva do ator, apesar de haver denúncias de assédio sexual. Prevaleceram as queixas masculinas, de que ele costumaria gritar contra todos, elenco e equipe de produção, o que levou os produtores a obrigá-lo a frequentar terapia para controlar a raiva.



As fontes do site afirmam que o temperamento explosivo de Beghe tem sido um problema contínuo nos quase quatro anos de exibição da série e que a investigação aberta no ano passado já aconteceu com muito atraso. Chegaram, inclusive, a acontecer brigas físicas com Beghe, que deixaram atores feridos.

Pressionado, o ator também emitiu uma nota em que se desculpa. “Sinto muito pelo meu comportamento, que sei que foi prejudicial para meus amigos e colegas”, disse Beghe. “Eu tenho lutado com problemas de raiva por algum tempo e, desde o ano passado, tenho trabalhado com um treinador para me ajudar a aprender a mitigar meu temperamento. É um processo contínuo, e tem me ensinado humildade”.

Ele acrescentou: “É uma fonte de grande orgulho para mim fazer parte do incrível elenco e equipe de ‘Chicago PD’. Eu me desculpei pessoalmente a todos que eu incomodei, e estou empenhado em fazer o que é necessário para compensar qualquer dano que possa ter causado”.

Representantes de Bush e das outras duas mulheres que resolveram sair da produção não responderam aos pedidos do Deadline para comentar o assunto. Mas chama atenção que apenas mulheres pediram para sair, insatisfeitas com a solução encontrada pelos produtores para lidar com o problema.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings