blank

The Walking Dead matou mais um personagem que está vivo nos quadrinhos

A série “The Walking Dead” exibiu no domingo (25/11) seu último episódio do ano, encerrando a primeira metade de sua 9ª temporada. E o resultado foi a morte de mais um personagem que continua vivo nos quadrinhos em que a produção se baseia. Se não quiser saber quem morreu, não leia mais nada.

Ao contrário dos quadrinhos de Robert Kirkman, onde segue chutando zumbis, a primeira vítima dos Sussurradores foi Jesus, personagem interpretado por Tom Payne. A cena de sua morte chegou a incluir a frase que ele ouviu ao encontrar os novos vilões nas páginas impressas, mas com resultados diversos.

Em entrevista de post-mortem, Tom Payne declarou que estava insatisfeito com os rumos de seu personagem, que era um espadachim e lutador de kung fu nos quadrinhos, mas na série não passava de mero figurante, não tendo sequer uma cena de luta durante guerra total contra os Salvadores, onde seu maior rival foi um aliado, Morgan (Lennie James). Na publicação, Jesus lutou com ninguém menos que Negan nessa parte da trama.

“É triste dizer adeus ao personagem, mas seu potencial não foi explorado”, disse Payne à revista The Hollywood Reporter. “Fiquei frustrado com isso e não fiquei triste ao dizer adeus devido a essa frustração. Ela era constante. Eu treinava e estava preparado para esse personagem e para mostrar do que ele era capaz. Quando finalmente mostramos este ano o que ele conseguia fazer, foi ótimo”. E aí, ele morreu.

Jesus se junta a outros personagens que morreram na série muito antes de ter o mesmo destino nos quadrinhos, com destaque para a menina Sophia (Madison Lintz), que virou zumbi na 2ª temporada, apesar de crescer e se tornar adulta nos gibis, Andrea (Laurie Holden), assassinada pelo Governador ao final da 3ª temporada, antes de se casar com Rick e lutar contra os Sussurradores, e Carl (Chandler Riggs), totalmente vivo nas edições atuais da Image Comics.

Além disso, a série também se despediu de Rick (Andrew Lincoln) e Maggie (Lauren Cohan), que continuam como protagonistas nos gibis, Heath (Corey Hawkins) e Dwight (Austin Amelio). E vem dando cada vez mais destaque para Daryl (Norman Reedus), Tara (Alanna Masterson), Alden (Callan McAuliffe) e Henry (Matt Lintz), que não existem nos quadrinhos, e até mesmo Judith (Cailey Fleming), que foi eliminada ainda bebê por Kirkman.

As diferenças tendem a se acentuar cada vez mais em relação à história original. Mas, com a fuga de Negan (Jeffrey Dean Morgan) no último capítulo, a resolução da nova guerra parece se encaminhar da forma concebida por Kirkman.

Sobre o aumento de discrepâncias, a showrunner Angela Kang disse ao site Deadline que “há uma certa quantidade de coisas dos quadrinhos que seguimos de forma relativamente fiel, mas elas são mais como guias, momentos que queremos tentar adaptar, e muitas vezes as rotas que tomamos vão em direções diferentes”.

Sem Jesus, diversos elementos da trama dos Sussurradores terão que ser encenados de forma muito diferente dos quadrinhos.

Além disso, Danai Gurira ainda não renovou seu contrato para voltar a viver Michonne na 10ª temporada. Como a personagem incorporou parte do arco de Andrea, pode ter o mesmo destino trágico da outra, durante o ataque de uma horda zumbi nos próximos capítulos – apesar de Michonne também continuar viva nos quadrinhos.

Veja abaixo como foi a cena em que Jesus não morreu nos quadrinhos.

blank

blank

blank

blank