Nasce uma Estrela é o destaque da programação de cinema da semana



O fim de semana das crianças traz três estreias infantis, mas o principal lançamento é para adultos. A quarta versão de “Nasce uma Estrela” conta uma história manjada, que potencialmente deveria atrair apenas os fãs de Lady Gaga. Mas o ator Bradley Cooper surpreende em sua estreia na direção, ao envolver até quem já sabe como tudo termina antes mesmo de entrar no cinema.

Para quem nunca viu nenhuma versão desta história de 81 anos, Cooper vive um cantor que mergulha no alcoolismo, conforme sua carreira entra em decadência. Mas antes de chegar ao fundo do poço, ele descobre e se apaixona por uma jovem cantora (Lady Gaga), que pretende lançar ao estrelato. E logo o sucesso dela acaba lhe ofuscando.

Elogiadíssimo em sua première no Festival de Veneza, “Nasce uma Estrela” também é para cinéfilos. E pode surpreender no Oscar. Vale observar que a nova versão segue as mudanças da trama introduzidas na filmagem dos anos 1970 (com rock em vez de Hollywood), estrelada por Barbra Streisand, que, por sinal, venceu o Oscar de Melhor Canção.

Dentre os filmes infantis, o destaque é a produção brasileira, que também é um musical. “Tudo por um Popstar” gira em torno de três colegas de colégio do interior que surtam quando descobrem que sua boy band favorita vai dar show no Rio e todos os ingressos estão esgotados. Logicamente, elas vão fazer tudo para ver os ídolos, desde participar em concurso até apelar para desmaio na frente do hotel em que eles estão hospedados. E pouco importa que os pais tenham proibido a viagem. O elenco traz Maisa Silva (de “Carrossel”) num de seus papéis de maior destaque, ao lado de Klara Castanho (de “É Fada”) e Mel Maia (“Através da Sombra”).

A trama é a terceira adaptação cinematográfica de um livro de Thalita Rebouças, escritora especialista em filmes para menininhas – já adaptada em “É Fada!” e “Fala Sério, Mãe!”. Mas não deixa de ser uma história igualmente já vista no cinema antes, e com final melhor – procurem “Detroit, a Cidade do Rock” (1999) ou “Spike Island” (2012).

“Goosebumps 2 – Halloween Assombrado” e “Cinderela e o Príncipe Secreto” são bem mais fracos. A continuação de “Goosebumps” conta quase a mesma história do primeiro filme com menor orçamento e piores efeitos. E a animação segue a linha de reinvenção dos contos de fada com computação barata, inaugurada por “Deu a Louca na Chapeuzinho” (2005). O mais incrível é que “Cinderela” parece sugerir que a computação gráfica não evoluiu nada desde aquele filme. Em outras palavras, não é uma produção da Pixar.

O circuito limitado também inclui uma obra centrada em criança, o italiano “Minha Filha”. Exibido no Festival de Berlim e com 100% de aprovação no Rotten Tomatoes, acompanha uma menina divida entre a mãe que a criou desde pequena (Valeria Golino) e a mãe biológica (Alba Rohrwacher), que ressurge querendo levá-la embora.

Igualmente focado na dissolução da família e com os mesmos 100% no Rotten Tomatoes, o húngaro “Um Dia” marca a estreia na direção de Zsófia Szilágyi, diretora assistente de “Corpo e Alma” (vencedor do Festival de Berlim do ano passado). Acompanhando uma mulher tão ocupada com a rotina que mal tem tempo para perceber que seu casamento acabou, a obra recebeu o prêmio da crítica na mostra Quinzena dos Realizadores do último Festival de Cannes.

Há mais duas estreias limitadas de menor apelo. Confira abaixo as sinopses e veja os trailers para conhecer todas os lançamentos da semana.

Nasce uma Estrela | EUA | Drama Musical

A jovem cantora Ally (Lady Gaga) ascende ao estrelato ao mesmo tempo em que seu parceiro Jackson Maine (Bradley Cooper), um renomado artista de longa carreira, cai no esquecimento devido aos problemas com o álcool. Os momentos opostos nas carreiras acabam por minar o relacionamento amoroso dos dois.

Tudo por um Popstar | Brasil | Comédia Musical

A boy band Slavabody Disco Disco Boys, febre entre as mocinhas de todo o Brasil, anuncia que irá tocar no Rio de Janeiro. Fãs de carteirinha do grupo, as adolescentes e melhores amigas Gabi (Maísa Silva), Manu (Klara Castanho) e Ritinha (Mel Maia) farão de tudo para que seus pais deixem que elas assistam ao show do grupo fora da cidade onde moram.


Goosebumps 2 – Halloween Assombrado | EUA | Fantasia

Sonny (Jeremy Ray Taylor) e Sam (Caleel Harris) são grandes amigos, que encontram um livro incompleto guardado dentro de um baú, em uma casa abandonada na véspera do Halloween. Ao abri-lo, eles despertam o boneco Slappy (Avery Lee Jones), que surge inesperadamente. Criação do autor R.L. Stine (Jack Black), ele usa os jovens e ainda a irmã de Sonny, Sarah (Madison Iseman), para criar sua própria família de monstros.

Cinderela e o Príncipe Secreto | EUA | Fantasia

Contada por outro ponto de vista, a clássica história da Cinderela aqui não envolve amor à primeira vista ou sapatinho de cristal. Cinderela decide ir ao baile convencida por seus amigos ratos, que sonham com o banquete do palácio, e auxiliada por uma fada madrinha aprendiz. Em pleno baile, o grupo descobre algo terrível e inicia uma ousada aventura para reverter o feitiço de uma terrível bruxa e desmascarar o príncipe ilegítimo.

Minha Filha | Itália | Drama

A guarda de uma menina está sob disputa de duas mães, a de criação e a biológica, que almeja tê-la de volta. No centro do conflito, Vittoria (Sara Casu) se vê obrigada a lidar com questões existenciais muito acima do seu nível de maturidade, prestes a fazer uma escolha que a afetará a sua vida para sempre.

Um Dia | Hungria | Drama

Anna é mãe de três filhos, casada e trabalhadora. Sempre correndo contra o tempo para conseguir cumprir todos os seus prazos e promessas, Anna sente que seu casamento está desmoronando. Sem conseguir conciliar tudo, ela prevê o que está prestes a acontecer, sem poder fazer nada a respeito.

Djon África | Portugal, Brasil, Cabo Verde | Drama

A história de Miguel “Tibars” Moreira, mais conhecido como Djon África, filho de cabo-verdianos, que nasceu e cresceu em Portugal. Sem jamais ter conhecido seu pai, acaba descobrindo que ele mora em Tarrafal e decide aventurar-se além-mar, mesmo sem muitas pistas, à sua procura.

Amanhã Chegou | Brasil | Documentário

Durante muitas décadas, sonho e consumo material foram duas coisas que sempre andaram juntos. Por mais que esta associação de pensamento ainda seja perpetuada na sociedade atual, hoje tenta-se desmitificar a ideia de que dinheiro sempre será poder. Enquanto a escolha do consumidor leva órgãos governamentais a destruírem culturas nativas e o meio-ambiente, algumas instituições tentam fazer diferente.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings