Teaser da nova série da bruxinha Sabrina revela clima de terror satânico



A Netflix divulgou o primeiro teaser da nova série da bruxinha Sabrina, que é uma paulada. Apresentado como uma festa de aniversário macabro de 16 anos da protagonista, inclui flashes do diabo e outras criaturas das trevas, num clima assumido de terror satânico. O que faz justiça ao nome da atração. Originalmente chamada de “Chilling Adventures of Sabrina”, mesmo nome dos quadrinhos em que se baseia, a série foi batizada pelos criativos do streaming nacional de “O Mundo Sombrio de Sabrina”.

Para completar o tom sinistro, a data escolhida para a estreia da série foi a sexta-feira que antecede o Halloween, dia 26 de outubro. Uma opção temática, que no ano passado acomodou a 2ª temporada de “Stranger Things”.

A 1ª temporada terá 10 episódios e ignorará o tom de comédia adolescente que marcou a personagem nos anos 1990, na série “Sabrina, Aprendiz de Feiticeira”, investindo numa trama de terror. Isto é algo que o criador da série, Roberto Aguirre-Sacasa – que também é chefe criativo da Archie Comics – , tinha introduzido no lançamento da nova versão da bruxinha nos quadrinhos – cuja revista foi rebatizada justamente como “Chilling Adventures of Sabrina”.

Na trama, Sabrina lutará para reconciliar sua natureza dupla – meio bruxa, meio mortal – e contra as forças do mal que ameaçam sua família e o mundo em que os seres humanos habitam.



Além de Kiernan Shipka (“Mad Men”) no papel da aprendiz de feiticeira, o elenco grandioso inclui Miranda Otto (“Flores Raras”, série “24: Legacy”), Lucy Davis (a Etta Candy de “Mulher-Maravilha”), Chance Perdomo (série “Midsummer Murders”), Ross Lynch (série “Austin & Ally”), Jaz Sinclair (série “The Vampire Diaries”), Michelle Gomez (série “Doctor Who”), Tati Gabrielle (série “The 100”) e Bronson Pinchot (“Amor à Queima-Roupa”).

Na série, Aguirre-Sacasa trabalhará novamente com o produtor Greg Berlanti e o diretor Lee Toland Krieger, retomando o trio original que lançou “Riverdale” com sucesso na TV americana. E a prévia chama atenção para isso, ao apresentar a produção como sendo dos produtores executivos de “Riverdale”.

Originalmente, a bruxinha faria parte do mesmo universo de “Riverdale”, mas acabou indo para a Netflix, em vez da rede CW – porque o canal aprovou duas outras séries de bruxas: o remake de “Charmed” e “Legacies”, spin-off de “The Originals”. Assim, as duas séries não terão mais ligação. De todo modo, a Netflix também exibe “Riverdale” no mercado internacional.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings