Novo filme de 007 será o primeiro dirigido por americano em 56 anos da franquia

A produtora Eon anunciou o diretor do 25º filme de James Bond. Cary Fukunaga vai comandar o quinto e último longa do ator Daniel Craig no papel icônico.

Será a primeira vez que um diretor americano comandará uma filmagem do agente secreto britânico em 56 anos da franquia oficial – já que “007 – Nunca Mais Outra Vez” (1983), de Irvin Kershner (“O Império Contra-Ataca”), não é considerado “oficial”.

O californiano de 41 anos é mais conhecido por dirigir a aclamada 1ª temporada de “True Detective”, da HBO, e “Beasts of No Nation”, primeiro filme produzido pela Netflix – que curiosamente foi estrelado por Idris Elba, um velho favorito para substituir Daniel Craig como 007. Fukunaga também dirigiu a série “Maniac”, estrelada por Emma Stone e Jonah Hill, que estreia exatamente nesta sexta (21/9) na Netflix.

“Estamos muito satisfeitos em trabalhar com Cary. Sua versatilidade e inovação fazem dele uma excelente escolha para a próxima aventura de James Bond”, disseram os produtores Michael G. Wilson e Barbara Broccoli, via redes sociais.

Fukunaga vai assumir o filme após Danny Boyle (“Trainspotting”) se afastar da produção devido a “conflitos criativos”. Ele também tinha escrito o roteiro com seu parceiro de longa data John Hodge. Mas após sua saída, a Eon resgatou o roteiro original da dupla responsável pelas histórias dos últimos 20 anos de 007, Neil Purvis e Robert Wade.

Com a definição do diretor, também veio a esperada reorganização no cronograma de produção. As filmagens só vão começar em março de 2019, no estúdio londrino de Pinewood. E, com isso, o lançamento foi adiado em três meses, para fevereiro de 2020.

O adiamento comprova que a empresa automotiva Aston Martin tinha conhecimento prévio da data, ao programar o lançamento de um carro comemorativo para 2020. O anúncio do veículo, que pela primeira vez incluirá os equipamentos (não letais) vistos nos filmes de 007, foi feito em agosto, antes do comunicado oficial do afastamento de Danny Boyle da produção.

O filme é uma produção da Eon em parceria com a MGM e terá distribuição internacional da Universal, que ainda não marcou a nova data de estreia no Brasil.