Ator de Lost viverá psiquiatra do Asilo Arkham no crossover de Arrow, The Flash e Supergirl



O crossover das séries “The Flash”, “Arrow” e “Supergirl” vai levar os super-heróis da rede CW para Gotham City. É o que revela a descrição de um novo personagem. O ator Jeremy Davies (de “Lost”, “Justified” e “Sleepy Hollow”) se juntou ao elenco no papel de John Deegan, um psiquiatra no Asilo Asylum, onde os criminosos insanos de Gotham são trancafiados – e supostamente tratados.

Por curiosidade, o nome do personagem já apareceu numa história de Batman. Foi em 1941, quando ele foi recrutado como capanga pelo Coringa – e morreu nesta única aparição. Mas a descrição oficial da DC parece transformá-lo no equivalente ao Dr. Hugo Strange de “Gotham”. “Ele é um médico do Asilo Arkham para os Criminosos Insanos de Gotham City, mas pode ser mais louco do que os presos que ele trata. Suas maquinações vão atrair Arqueiro Verde, Flash e Supergirl para Gotham City”, diz a sinopse.

Davies não é novato nas adaptações dos quadrinhos da DC Comics. Ele interpretou Ritchie Simpson na série “Constantine” e reprisou o papel como dublador na animação “Liga da Justiça Sombria”, lançada no ano passado.

Anteriormente, havia sido revelado que a história também introduziria a heroína Batwoman, que será vivida por Ruby Rose (“Megatubarão”). O novo detalhe confirma que o encontro de Arqueiro Verde (Stephen Amell), Flash (Grant Gustin) e Supergirl (Melissa Benoist) como a nova aliada vai acontecer na cidade dela, Gotham City.


Também foram confirmadas as participações de Superman e Lois Lane, com Tyler Hoechlin reprisando o papel do Homem de Aço, que ele já desempenhou em “Supergirl”, e Elizabeth Tulloch (Juliette e Eve em “Grimm”) na pele de sua namorada repórter.

E Cassandra Jean Amell (“Hart of Dixie”), que é esposa do intérprete do Arqueiro Verde na vida real, vai viver Nora Fries, mulher do Sr. Frio, vilão clássico dos quadrinhos de Batman.

Dividido em três episódios, o crossover irá ao ar nos EUA entre os dias 9 de 11 de dezembro, sendo que a série “Supergirl” responderá pelo desfecho da história. No Brasil, os três programas são exibidos pelo canal pago Warner.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings