The Royals é cancelada após atrizes denunciarem assédio sexual do criador da série



O canal pago E! Entertainment Television confirmou o cancelamento da serie “The Royals” após quatro temporadas.

O anúncio era esperado, após o escândalo de bastidores que transformou a produção em notícia. O criador da série, Mark Schwahn, foi demitido em dezembro do ano passado após denúncias de assédio sexual pelas integrantes femininas do elenco. Elas se uniram em repúdio, inspiradas por uma denúncia anterior, feita pelas atrizes e roteiristas da antiga série do produtor, “One Tree Hill” (2003–2012), exibida na TV aberta brasileira como “Lances da Vida”.

As atrizes e profissionais femininas de “The Royals” emitiram uma carta aberta conjunta, no mesmo molde da divulgada pelas profissionais de “One Tree Hill”, reforçando o repúdio ao produtor. “Ficou muito claro, lendo a declaração [da equipe de ‘One Tree Hill’] no início desta semana, de que a traição e a raiva que muitos de nós experimentamos durante nosso tempo em ‘The Royals’ não é exclusivamente nossa”, abre o texto.

“Esta declaração é uma coleção de vozes das mulheres envolvidas em ‘The Royals’, que gostariam de finalmente responder ao comportamento de nosso showrunner. Que sentiu a inclinação de abusar de seu poder e influência em um ambiente onde ele tinha o comando sobre mulheres. Isso se manifestava no assédio sexual indesejado e repetido sobre múltiplos integrantes femininos do elenco e equipe”, diz o texto, que agradeceu enfaticamente “a todas as mulheres de ‘One Tree Hill’, cuja ética sólida nos tocou enormemente”. “Para vocês, tiramos nossas coroas”, concluiu o texto, assinado pelas “ladies” de “The Royals”, Hatty Preston, Sophie Colquhoun, Alex Watherson, Lydia Rose Bewley, April Church, Annalise Beusnel, Poppy Corby-Tuech, Florence Chow, Charlie Jones, Isabella Artitzone, Jade Armstrong, Rachel Walsh, Tania Vernava, Bonnie Vannucci, Merritt Patterson, Kate Benton, Jerry-Jane Pears, Jodie Simone, Kate Royds, Leonie Hartard, Lisa Mitton, Marie Deehan, Alice Woodward, Rachel Lennon e Kimberly Macbeth.


Na ocasião, a E! informou que a 4ª temporada já estava gravada e que seria exibida conforme planejado. Mas não deu maiores informações sobre o futuro da produção. Isto chegou apenas agora.

“A E! não seguirá adiante com mais uma temporada de ‘The Royals’, que foi lançada em 2015 como a primeira série original do canal”, disse a emissora em comunicado. “Ao longo de quatro temporadas, ‘The Royals’ levou os espectadores para trás dos portões do palácio em uma jornada escandalosa cheia de reviravoltas. Somos gratos ao elenco e aos nossos parceiros produtores da Lionsgate e da Universal Cable Productions.”

Com o cancelamento, a E! não tem mais nenhuma série roteirizada no ar. O outro programa do canal, “The Arrangement”, tinha sido eliminado em maio.

Fãs de “The Royals”, porém, não precisam iniciar campanhas para algum canal salvar a série. A Lionsgate vai tentar incluir a série em seu canal pago Pop, administrado desde 2015 em parceria com a rede CBS, e produzir uma 5ª temporada. Mas, para ser tomada, a decisão depende de negociações com a CBS e conversas orçamentárias.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings