Série infantil Anne with an E é renovada para a 3ª temporada


A Netflix e a rede de TV canadense CBC renovaram “Anne with an E” para a 3ª temporada. Exibida no Canadá com o título de “Anne”, a série baseada no clássico da literatura infantil “Anne de Green Gables”, de L.M. Montgomery, encanta público e crítica por sua belíssima fotografia de cenários rurais e pela interpretação cativante de Amybeth McNulty (do terror “Morgan”) no papel-título.

A personagem criada em 1908 já foi adaptada inúmeras vezes para o cinema, televisão e até mesmo como animação, mas a série atual se provou a versão mais premiada da obra, tendo vencido o Canadian Screen Awards como Melhor Série Dramática e até mesmo o DGA Awards, prêmio do Sindicato dos Diretores dos Estados Unidos, conquistado pela cineasta neozelandesa Niki Caro (“Terra Fria”) – atualmente à frente da versão live action de “Mulan” para a Disney.

A série foi desenvolvida por Moira Walley-Beckett (criadora de “Flesh and Bone” e roteirista de “Breaking Bad”) e também conta com direção da canadense Patricia Rozema (“Palácio das Ilusões”), entre outros.

“Através da narração de ‘Anne With an E’, o clássico conto canadense transcendeu fronteiras e encontrou fãs em todos os nossos assinantes globais”, disse Cindy Holland, VP de conteúdo original na Netflix, em comunicado. “Estamos animados para continuar nossa parceria com a CBC e a produtora Northwood e trazer a série de volta para uma 3ª temporada”.


A criadora Moira Walley-Beckett aproveitou para acrescentar que o crescimento da intérprete de Anne será levado em conta nas novas tramas. “Nossa amada Anne [Amybeth McNulty] terá 16 anos quando voltar a esta temporada cheia de complicações românticas, aventuras ousadas e descobertas dramáticas. Vou explorar temas importantes e contemporâneos que eu espero que continuem a ressoar, inspirar e elevar nossa audiência”.

A 3ª temporada da série apresentará personagens e histórias que abordarão questões como identidade, feminismo, bullying e igualdade de gênero.

Os novos episódios da adaptação só devem estrear em 2019.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings