Decisão de encerrar The Big Bang Theory teria sido vontade de Jim Parsons



O decisão de encerrar a série “The Big Bang Theory” teria envolvido um impasse nas negociações de renovação de contrato com o ator Jim Parsons.

A revista Entertainment Weekly afirma ter obtido informações de bastidores sobre a decisão, que dão conta que o intérprete de Sheldon Cooper, personagem mais conhecido da sitcom, “estava pronto para deixar o seriado”.

Diante desse impasse na renegociação dos contratos, a rede CBS e a produtora WBTV (Warner Bros. Television) ponderaram que não faria sentido continuar a série sem o Dr. Sheldon Cooper. Assim, a 12ª temporada será a última de “The Big Bang Theory”.

A Entertainment Weekly ainda diz ter procurado representantes de Parsons para confirmar ou desmentir as informações, mas eles não se manifestaram até o momento.


A série já corria risco de ser cancelada, devido aos salários de seu elenco. Os cinco intérpretes originais da atração ganham cerca de US$ 1 milhão por episódio, e a CBS não pretendia negociar aumentos para fechar um novo contrato de dois anos com os atores, pois isso inviabilizaria a receita da produção.

Ironicamente, Parsons é o único que continuará ligado em seu personagem após o fim da série. O universo de “The Big Bang Theory” recentemente se expandiu com “Young Sheldon”, mostrando a infância do personagem. Parsons é produtor e contribui com narrações para essa atração, que estreia sua 2ª temporada ainda neste ano.

A 12ª temporada e última temporada de “The Big Bang Theory” estreia em 24 de setembro nos Estados Unidos. A série é exibida pelo canal pago Warner no Brasil.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings