Sony tira filme das vilãs do Homem-Aranha do calendário de lançamentos

O filme “Silver & Black”, que juntaria duas “vilãs” dos quadrinhos do Homem-Aranha, Sabre de Prata e Gata Negra, não vai mais estrear no ano que vem. A Sony tirou o longa de seu cronograma de lançamentos e colocou um drama estrelado por Tom Hanks na data anteriormente reservada para a produção.

Segundo fontes do site Deadline, o estúdio não estaria satisfeito com o roteiro e teria encomendado uma nova versão da história.

O roteiro foi assinado por duas profissionais bastante requisitadas para projetos geeks, Lindsey Beer e Geneva Robertson-Dworet. Das duas, apenas Robertson-Dworet teve filme lançado, o novo “Tomb Raider”, cuja história foi considerada fraquíssima. Ela também é autora da trama do esperado longa da “Capitã Marvel”.

Por sua vez, Beer escreveu os vindouros “Chaos Walking”, thriller pós-apocalíptico estrelado por Daisy Ridley e Tom Holland, e está envolvida com “King Kong vs Godzilla” e a franquia “Ology” da Paramount.

Elas já tinham sido chamadas para melhorar um primeiro roteiro escrito por Lisa Joy (criadora da série “Westworld”) e Christopher Yost (roteirista de “Thor: Ragnarok”).

Provavelmente, outra roteirista será convocada a trabalhar na trama, antes da produção voltar ao calendário.

A direção continua a cargo de Gina Prince-Bythewood (“Nos Bastidores da Fama”), que recentemente fez sua estreia no universo Marvel ao dirigir o piloto de “Cloak and Dagger”, a série dos heróis Manto e Adaga para o canal pago Freeform.

Criada em 1985, Sabre de Prata é uma mercenária que caça criminosos de guerra e ocasionalmente se alia ao Aranha. Ela nunca apareceu no cinema, assim como a Gata Negra, uma ladra que é considerada a “Mulher-Gato da Marvel”, lançada em 1979 – embora Felícia Hardy, sua identidade secreta igualmente gata, tenha dado as caras em “O Espetacular Homem-Aranha 2”, vivida pela atriz Felicity Jones.

Um dos motivos não admitidos para o adiamento da produção pode ter relação com o lançamento de “Venom”, primeiro filme solo de um vilão dos quadrinhos do Homem-Aranha. Os primeiros trailers do longa estrelado por Tom Hardy não tiveram a repercussão imaginada.

“Venom” estreia em outubro e sua bilheteria poderá servir de “inspiração” para a Sony avançar ou cancelar outros projetos derivados do Homem-Aranha.