Hasbro compra marca Power Rangers


A Hasbro anunciou nesta terça-feira (1/5), a compra da marca “Power Rangers” e outras menos espetaculares da Saban, como “My Pet Monster” e “Luna Petunia”. O negócio, que combina dinheiro e ações, foi avaliado em US$ 522 milhões.

A fabricante de brinquedos já havia se tornado parceira da Saban em fevereiro, quando firmou um acordo para produzir mercadorias derivadas da franquia “Power Rangers”.

“É uma marca icônica, construída a partir da herança de narrativas e produtos com tremendo potencial”, disse o CEO da Hasbro, Brian Goldner, em comunicado.

“Depois do nosso acordo de licenciamento, ficou claro que era a hora de investir em liberar todo o potencial dos Power Rangers. Vemos grandes oportunidades, incluindo brinquedos e games, jogos digitais e entretenimento”, completou.



O fundador da Saban e criador dos “Power Rangers”, Haim Saban, também comemorou o acordo. “25 anos depois do lançamento de Power Rangers, acredito que o futuro da marca nunca foi melhor.”

Por enquanto não há detalhes sobre os planos da Hasbro para o cinema e a TV.

“Power Rangers” ganhou um filme em 2017, que contou uma história de origem dos personagens e deveria lançar uma nova franquia cinematográfica. Mas o lançamento foi um grande fracasso. Custou US$ 100 milhões e arrecadou apenas US$ 142 milhões em bilheteria mundial. Não por acaso, nenhuma sequência foi anunciada.


Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings