Quinzena dos Realizadores levará filmes brasileiros ao Festival de Cannes 2018

 

A Quinzena dos Realizadores, mostra paralela ao Festival de Cannes, anunciou sua seleção oficial. E entre os filmes anunciados há um longa e um curta brasileiros, respectivamente “Los Silencios”, de Beatriz Seigner, e “O Órfão”, de Carolina Markowicz. Além destes, “Skip Day” tem codireção do americano Patrick Bresnan e de Ivete Lucas, que nasceu no Brasil e trabalha nos Estados Unidos.

Coprodução entre Brasil, França e Colômbia, “Los Silêncios” acompanha o reencontro de uma família em uma ilha desconhecida onde o pai, dado como morto em conflitos locais, está escondido. O elenco destaca o peruano radicado no Brasil Enrique Diaz (da série “O Mecanismo”).

A diretora Beatriz Seigner comemorou a inclusão na mostra de seu segundo longa – após “Bollywood Dream – O Sonho Bollywoodiano” (2010) – , por meio das redes sociais. “Depois de 9 anos de trabalho, 37 editais públicos dos quais ganhamos 10 e perdemos 27, uma gravidez surpresa e filhote lindo nascido no caminho, muitas parcerias para levar pra vida toda, finalmente este filme vai chegar ao mundo, no maior festival de cinema deste planeta, tendo passado por uma seleção de 2 mil filmes dos quais apenas 20 são selecionados”.

Rodado no rio Amazonas, na fronteira entre Brasil, Peru e Colômbia, o longa já tem distribuição garantida no Brasil pela Vitrine Filmes.

Além dos filmes brasileiros, a mostra trará, entre outros títulos, “Clímax”, o novo longa erótico do polêmico argentino Gaspar Noé (“Love”), “Mandy”, terror de Panos Cosmatos (filho de George P. Cosmatos), “Le Monde Est à Toi”, segundo longa do premiado diretor francês de clipes Romain Gavras (filho do mestre Costa-Gavras), e “Pájaros de Verano”, do premiado colombiano Ciro Guerra (“O Abraço da Serpente”), em parceria com sua produtora Cristina Gallego.

A Quinzena dos Realizadores foi fundada em 1969 pela Société des réalisateurs de films, o sindicato dos diretores franceses, após a greve geral e a revolta de maio de 1968, após o Festival de Cannes ter sido cancelado em solidariedade aos grevistas.

A mostra não se restringe a Cannes, nem mesmo à França. Após a seção na Riviera, viaja para Marselha, Paris, Genebra, Roma, Milão, Florença e Bruxelas.

Confira abaixo a seleção completa de filmes da Quinzena dos Realizadores 2018.

Longas

“Amin”, de Philippe Faucon
“Carmen y Lola”, de Arantxa Echevarria
“Climax”, de Gaspar Noé
“Cómprame un Revólver”, de Julio Hernández Cordón
“Les Confins du Monde”, de Guillaume Nicloux
“El Motoarrebatador”, de Agustín Toscano
“En Liberté!”, de Pierre Salvadori
“Joueurs”, de Marie Monge
“Leave no Trace”, de Debra Granik
“Los Silencios”, de Beatriz Seigner
“The Pluto moment”, de Ming Zhang
“Mandy”, de Panos Cosmatos
“Mirai”, de Mamoru Hosoda
“Le Monde Est à Toi”, de Romain Gavras
“Pájaros de Verano”, de Ciro Guerra & Cristina Gallego (filme de abertura)
“Petra”, de Jaime Rosales
“Samouni Road”, de Stefano Savona
“Teret”, de Ognjen Glavonic
“Troppa Grazia”, de Gianni Zanasi (filme de encerramento)
“Weldi”, de Mohamed Ben Attia

Curtas

“Basses”, de Félix Imbert
“Ce Magnifique Gâteau!”, de Emma De Swaef e Marc James Roels
“L’Arbre et la Pirogue”, de Sébastien Marques
“La Chanson”, de Tiphaine Raffier
“La Lotta”, de Marco Bellocchio
“La Nuit des Sacs Plastiques”, de Gabriel Harel
“Las Cruces”, de Nicolas Boone
“Le Sujet”, de Patrick Bouchard
“O Órfão”, de Carolina Markowicz
“Our Song to War”, de Juanita Onzaga
“Skip Day”, de Patrick Bresnan e Ivete Lucas

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings