Dwayne Johnson confirma briga com Vin Diesel e deixa no ar participação em Velozes e Furiosos 9

 

O ator Dwayne Johnson deu uma entrevista-bomba à revista Rolling Stone, em que finalmente confirmou as brigas nos bastidores de “Velozes e Furiosos 8” e deixou em aberto a possibilidade de continuar na franquia milionária.

Ele assumiu o conflito com Vin Diesel, o grande astro da franquia, que já tinha sido ventilado em seu próprio Instagram durante as filmagens, e afirmou que as cenas em que os dois aparecem juntos foram “efeitos especiais” – montagens realizadas na edição final. “É correto. Não estivemos juntos em nenhuma cena”, ele declarou.

Questionado sobre o atual status do relacionamento entre os dois, Johnson revelou que também foi verdadeira a notícia sobre conversas sérias entre os dois, na reta final da produção. “Vin e eu tivemos algumas discussões, incluindo uma cara a cara no meu trailer. E eu percebi que nós temos diferenças fundamentais na filosofia de como fazer filmes. Levou um certo tempo, mas sou grato por ter me iluminado. Independente se trabalharmos juntos ou não”, declarou.

Pressionado para dizer se isso significa a saída dele de “Velozes e Furiosos”, ele saiu pela tangente. “Eu não tenho certeza”, disse, sobre sua participação em “Velozes e Furiosos 9”.

“Mas eu desejo para ele tudo de bom, e eu não guardo nenhum rancor, por causa do esclarecimento que tivemos. [Risos] Na verdade, esquece essa parte do rancor; vamos ficar só com o esclarecimento”, completou.

Apesar disso, o personagem de Dwayne Johnson em “Velozes e Furiosos” vai continuar no cinema. O policial Luke Hobbs vai ganhar um spin-off ao lado do criminoso Deckard Shaw, vivido por Jason Statham, com previsão de estreia para 2019, um ano antes do lançamento de “Velozes e Furiosos 9”.

“Agora eu estou concentrado em fazer o melhor spin-off possível”, o astro comentou.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.

Back to site top
Change privacy settings