Charlize Theron diz que pode sair dos Estados Unidos devido ao racismo

 

Charlize Theron revelou que não está mais suportando o racismo americano. A atriz sul-africana adotou dois meninos negros e, por conta disso, contou que está considerando se mudar dos Estados Unidos caso a situação não melhore.

“Muitas vezes, olho para meus filhos e penso que, se essa intolerância continuar, eu terei que deixar os Estados Unidos. A última coisa que quero é que meus filhos se sintam inseguros”, ela afirmou, em entrevista à revista Elle.

A atriz acredita que ter crescido na África do Sul durante o apartheid a deixou mais consciente sobre igualdade e direitos humanos. “O racismo está muito mais presente e forte do que nós pensávamos, não podemos mais negar. Há lugares nos Estados Unidos nos quais, caso eu conseguisse um emprego, não aceitaria. Eu não viajaria com meus filhos a certos lugares do país, e isso é problemático”, ela revelou.

Charlize explicou que conversa sobre desigualdade com os meninos, ao mesmo tempo que deseja que eles tenham orgulho de ser quem são. “Eles precisam saber que as coisas são diferentes para mim e para eles e como isso é injusto. Se eu puder fazer algo para mudar isso, claro que vou fazer”, acrescentou.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.

Back to site top
Change privacy settings