Pantera Negra quebra diversos recordes em estreia arrasadora na América do Norte

Conforme comemorado de véspera, “Pantera Negra” estreou em 1º lugar e de forma arrasadora nas bilheterias da América do Norte. O novo filme de super-herói da Marvel atingiu US$ 202M (valor revisado com números oficiais) em seus primeiros três dias de exibição nos Estados Unidos e no Canadá.

Trata-se da maior abertura doméstica de um filme de super-herói individual, deixando para trás o antigo campeão, “Capitão América: Guerra Civil” (US$ 179,1M). De fato, a arrecadação chegou até a superar “Vingadores: Era de Ultron” (US$ 191,2M). Entre todos os filmes de super-heróis já lançados, “Pantera Negra” ficou atrás apenas do recordista “Vingadores” (US$ 207,4M).

Em todos os tempos, apenas quatro outros filmes tiveram estreia mais retumbante: o citado “Vingadores”, “Jurassic World” (US$ 208,8M), “Star Wars: Os Últimos Jedi” (US$ 220M) e “Star Wars: O Despertar da Força” (US$ 247,9M).

É digno de impressionar mesmo. Mas “Pantera Negra” não conquistou “só” a quinta maior estreia de todos os tempos e a maior abertura de um filme de herói individual. A produção também liderou diversos rankings com o estabelecimento de novos recordes. Foi a maior estreia de um filme dirigido por um cineasta negro (Ryan Cogler), a maior estreia de um filme protagonizado por um ator negro (Chadwick Boseman) e a maior estreia já registrada durante o mês de fevereiro e em todo o inverno na América do Norte. O recordista anterior dos dois últimos quesitos era “Deadpool” (US$ 152M). Sem esquecer que na noite de quinta (15/2) já tinha quebrado o recorde de maior pré-estreia de todos os tempos.

Tem mais. “Pantera Negra” arrecadou US$ 169 milhões no mercado internacional, chegando a um total de US$ 371 milhões em todo o mundo. E isto considerando que o filme ainda não chegou à China, onde é esperado apenas em 9 de março.

O sucesso não é apenas financeiro. O longa agradou em cheio ao público e à crítica, com espectadores atribuindo nota A+, o máximo de aprovação possível, na pesquisa do CinemaScore, feita na saída dos cinemas norte-americanos, além de conquistar 97% de aprovação no agregador de críticas Rotten Tomatoes, a mais alta já obtida por um filme de super-herói – e superior a muitos dos filmes que disputam o Oscar 2018.

O resto do ranking das maiores bilheterias do fim de semana passou longe dos números apresentados pelo filme da Marvel. O infantil “Pedro Coelho”, mistura de animação e live action, ficou em 2º lugar com US$ 17,2M, enquanto “Cinquenta Tons de Liberdade” caiu da primeira posição na semana passada para o 3º lugar, com US$ 16,9M.

Em 4º lugar, “Jumanji: Bem-Vindo à Selva” ainda comemorou um marco no mercado mundial, ao superar os US$ 900 milhões de arrecadação.

Para completar, ainda houve duas estreias, que se posicionaram na parte inferior do Top 10. “O Homem das Cavernas”, nova animação de massinhas do inglês Nick Park (criador de “Wallace & Gromit”), debutou em 7º lugar com US$ 3,1M, e o “épico” bíblico de baixo orçamento “Sansão” abriu em 10º com US$ 1,9M. Ambos têm lançamentos previstos para o Brasil, mas não para já – respectivamente, em abril e agosto.

Confira abaixo os números do desempenho dos 10 filmes mais vistos no final de semana nos Estados Unidos e no Canadá.

BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. Pantera Negra
Fim de semana: US$ 202M
Total EUA: US$ 202M
Total Mundo: US$ 371M

2. Pedro Coelho
Fim de semana: US$ 17,2M
Total EUA: US$ 48,2M
Total Mundo: US$ 48,2M

3. Cinquenta Tons de Liberdade
Fim de semana: US$ 16,9M
Total EUA: US$ 76,1M
Total Mundo: US$ 266,9M

4. Jumanji: Bem-Vindo à Selva
Fim de semana: US$ 7,9M
Total EUA: US$ 377,6M
Total Mundo: US$ 904,6M

5. 15h17 – Trem para Paris
Fim de semana: US$ 7,6M
Total EUA: US$ 25,4M
Total Mundo: US$ 36,1M

6. O Rei do Show
Fim de semana: US$ 5,1M
Total EUA: US$ 154,4M
Total Mundo: US$ 325,2M

7. O Homem das Cavernas
Fim de semana: US$ 3,1M
Total EUA: US$ 3,1M
Total Mundo: US$ 3,1M

8. Maze Runner: A Cura Mortal
Fim de semana: US$ 2,5M
Total EUA: US$ 54M
Total Mundo: US$ 240,7M

9. A Maldição da Casa Winchester
Fim de semana: US$ 2,2M
Total EUA: US$ 21,8M
Total Mundo: US$ 21,8M

10. Sansão
Fim de semana: US$ 1,9M
Total EUA: US$ 1,9M
Total Mundo: US$ 1,9M

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings