Divulgação/Memento Films

120 Batimentos por Minuto lidera indicações do César, o Oscar francês

A Academia Francesa de Artes e Técnicas do Cinema anunciou os indicados ao Cesar 2018, premiação que equivale ao Oscar da França. E os dramas “120 Batimentos por Minuto”, de Robin Campillo, e “Au Revoir là-Haut”, de Albert Dupontel, lideram as indicações, concorrendo a 13 troféus cada.

Em cartaz no Brasil, “120 Batimentos por Minuto” aborda o ativismo LGBT durante a epidemia da AIDS, foi premiado no Festival de Cannes e era o candidato da França ao Oscar 2018, mas acabou não integrando a lista final – o que rendeu protestos de Barry Jenkins, diretor de “Moonlight”, o filme vencedor do Oscar 2017.

Passado durante a 1ª Guerra Mundial, “Au Revoir là-Haut” ainda não tem prêmios importantes nem previsão de estreia no Brasil.

Entre os diversos filmes indicados, há outro filme assinado por Campillo: o suspense “A Trama”, que ele roteirizou. Também se destacam com várias indicações a comédia “Assim É a Vida”, de Eric Toledano e Olivier Nakache (a dupla do blockbuster “Intocáveis”), “O Formidável”, comédia de Michel Hazanavicius (“O Artista”) sobre a juventude de Jean-Luc Godard, “Barbara”, novo filme de Matthieu Almaric (“O Quarto Azul”) e o terror “Grave”, sensação do circuito dos festivais que foi lançado diretamente em streaming no Brasil.

Melhor Filme
“120 Batimentos por Minuto”, de Robin Campillo
“Au Revoir là-Haut”, de Albert Dupontel
“Barbara”, de Mathieu Amalric
“Le Brio”, de Yvan Attal
“Patients”, de Grand Corps Malade e Mehdi Idir
“Petit Paysan”, de ‘Hubert Charuel
“Assim É a Vida”, de Eric Toledano e Olivier Nakache

Melhor Direção
Robin Campillo (“120 Batimentos por Minuto”)
Albert Dupontel (“Au Revoir là-Haut”)
Mathieu Amalric (“Barbara”)
Julia Ducournau (“Grave”)
Hubert Charuel (“Petit Paysan”)
Michel Hazanaviciu (“O Formidável”)
Eric Toledano e Olivier Nakache (“Assim É a Vida”)

Melhor Atriz
Jeanne Balibar (“Barbara”)
Juliette Binoche (“Deixe a Luz do Sol Entrar”)
Emmanuelle Devos (“A Número Um”)
Marina Foïs (“A Trama”)
Charlotte Gainsbourg (“La Promesse de l’Aube”)
Doria Tillier (“Monsieur et Madame Adelman”)
Karine Viard (“Jalouse”)

Melhor Ator
Swann Arlaud (“Petit Paysan”)
Daniel Auteuil (“Le Brio”)
Guillaume Canet (“Rock’n roll: Por Trás da Fama”)
Albert Dupontel (“Au Revoir là-Haut”)
Louis Garrel (“O Formidável”)
Reda Kateb (“Django”)

Melhor Atriz Coadjuvante
Laure Calamy (“Ava”)
Anaïs Demoustier (“Uma Casa a Beira-Mar”)
Sara Giraudeau (“Petit Paysan”)
Adèle Haenel (“120 Batimentos por Minuto”)
Mélanie Thierry (“Au Revoir là-Haut”)

Melhor Ator Coadjuvante
Niels Arestrup (“Au Revoir là-Haut”)
Laurent Lafitte (“Au Revoir là-Haut”)
Gilles Lellouche (“Assim É a Vida”)
Vincent Macaigne (“Assim É a Vida”)
Antoine Reinartz (“120 Batimentos por Minuto”)

Melhor Revelação Feminina
Iris Bry (“Les Gardiennes”)
Laetitia Dosch (“Jovem Mulher”)
Eye Haidara (“Assim É a Vida”)
Camelia Jordana (“Le Brio”)
Garance Marillier (“Grave”)

Melhor Revelação Masculina
Benjamin Lavernhe (“Assim É a Vida”)
Finnegan Oldfield (“Marvin ou la Belle Éducation”)
Pablo Pauly (“Patients”)
Nahuel Perez Biscayart (“120 Batimentos por Minuto”)
Arnaud Valois (“120 Batimentos por Minuto”)

Melhor Filme de Estreia
“Grave”, de Julia Ducournau
“Jovem Mulher”, de Léonor Serraille
“Monsieur & Madame Adelman”, de Nicolas Bedos
“Patients”, de Grand Corps Malade e Mehdi Idir
“Petit Paysan”, de Hubert Charuel

Melhor Roteiro Original
Robin Campillo (“120 Batimentos por Minuto”)
Mathieu Amalric & Philippe Di Folco (“Barbara”)
Julia Ducournau (“Grave”)
Claude Le Pape & Hubert Charuel (“Petit Paysan”)
Eric Tolédano & Olivier Nakache (“Assim é a Vida”)

Melhor Roteiro Adaptado
Albert Dupontel & Pierre Lemaitre (“Au Revoir Là-Haut”)
Xavier Beauvois, Drédérique Moreau & Marie-Julie Maille (“Les Gardiennes”)
Grand Corps Malade & Fadette Drouard (“Patients”)
Eric Barbier & Marie Eynard (“La Promesse De L’Aube”)
Michel Hazanavicius (“O Formidável”)

Melhor Fotografia
Jeanne Lapoirie (“120 Batimentos por Minuto”)
Vincent Mathias (“Au Revoir Là-Haut”)
Christophe Beaucarne (“Barbara”)
Caroline Champetier (“Les Gardiennes”)
Guillaume Schiffman (“O Formidável”)

Melhor Edição
Robin Campillo (“120 Batimentos por Minuto”)
Christophe Pinel (“Au Revoir Là-Haut”)
Francois Gedigier (“Barbara”)
Julie Lena, Lilian Corbeille & Grégoire Pontecaille (“Petit Paysan”)
Dorian Rigal Ansous (“Assim É a Vida”)

Melhor Desenho de Produção
Emmanuelle Duplay (“120 Batimentos por Minuto”)
Pierre Quefféléan (“Au Revoir Là-Haut”)
Laurent Baude (“Barbara”)
Pierre Renson (“La Promesse de l’Aube”)
Christian Marti (“O Formidável”)

Melhor Som
Julien Sicart, Valérie De Loof & Jean-Pierre Laforce (“120 Batimentos por Minuto”)
Jean Minodo, Gurwal Coïc-Gallas, Cyril Holtz & Damien Lazzerini (“Au Revoir Là-Haut”)
Olivier Mauvezin, Nicolas Moreau & Stéphane Thiébaut (“Barbara”)
Mathieu Descamps, Séverin Favriau & Stéphane Thiébaut (“Grave”)
Pascal Armant, Sélim Azzaz & Jean-Paul Hurier (“Assim É a Vida”)

Melhor Trilha Sonora
Arnaud Reotini (“120 Batimentos por Minuto”)
Christophe Julien (“Au Revoir Là-Haut”)
Jim Williams (“Grave”)
MYD (“Petit Paysan”)
Mathieu Chedid (“Visages Villages”)

Melhor Animação
“Le Grand Méchant Renard et Autres Contes”
“Sahara”
“Zombillénium”

Melhor Documentário
“12 Days”
“A Voix Haute – La Force De La Parole”
“Carré 35”
“Eu Não Sou Seu Negro”
“Visages Villages”

Melhor Filme Estrangeiro
“O Incidente no Nile Hilton”, de Tarik Saleh
“Dunkirk”, de Christopher Nolan
“The Royal Exchange”, de Marc Dugain
“Sem Amor”, de Andreï Zviaguintsev
“La La Land”, de Damien Chazelle
“A Garota Ocidental – Entre o Coração e a Tradição”, de Stephan Streker
“The Square A Arte da Discórdia”, de Ruben Ostlund