Instagram/Luana Piovani

Dado Dolabella tentou rebater acusação de Luana Piovani, mas o público não deixou

O vídeo em que Luana Piovani comentou assédio de José Mayer, lembrando de outros casos de agressão contra mulheres por atores da Globo continua dando o que falar. Depois de Kadu Moliterno entrar com um processo contra a atriz, foi a vez do ex dela, Dado Dolabella, condenado em 2014 por agredir a própria atriz, tentar rebater.

Evitando citar o nome da atriz, ele escreveu em seu Instagram: “Uma das lições mais importantes da vida é aprender a não revidar. Não é porque alguém te feriu que você precisa ferir de volta. A lei do retorno existe… Mas ela não diz que você tem que fazer justiça com as próprias mãos. Ninguém é integralmente feliz causando a infelicidade alheia. O universo dá, mas ele também sabe cobrar. E cobra com juros e correção monetária. Então, pra que vingança? Seja feliz. Deixe que cada um acerte suas contas com o destino. Cuide só da sua história.” (A.D.) Segue o baile”.

Não demorou para uma internauta lembrar ao ator que “é fácil falar quando o agressor foi você!”.

Dado ainda tentou se justificar, escrevendo: “Agora ficar revivendo isso a cada instante… Sem enxergar a evolução é não acreditar na própria luta”.

Bastou para o post se encher de críticas negativas a seu comentário. Repercutiu tão mal que ele optou por deletar o texto e a foto que o acompanhava na rede social.

Dado, que cumpre pena assistindo palestras socioeducativas sobre violência doméstica em um fórum do Rio, segundo o jornal Extra, não pode processar Luana por calúnia, pois é tudo verdade.

Em seu vídeo, Luana lembrou a agressão sofrida. “Dado Dolabella enfiou a mão na minha cara, eu fui para o mundo contar e seis meses depois ele ganhou R$ 2 milhões na ‘Fazenda’, votados pelo telefone. Pelas pessoas. Vocês imaginam como eu me senti quando Dado Dolabella ganhou R$ 2 milhões depois de ter enfiado a mão na minha cara?”.