Filme baseado na série CHiPs ganha pôster e primeiro trailer legendado



A Warner divulgou o pôster e o primeiro trailer legendado da versão de cinema da série policial “CHiPs”, escrita, dirigida e estrelada por Dax Shepard (série “Parenthood”). A prévia exagera nas piadas de pênis, como se o autor fosse uma adolescente descobrindo para que serve a anatomia. A testosterona se completa com as inevitáveis cenas de perseguição, tiroteio, capotagens, explosões e reações instantâneas a mulheres em calças legging, enquanto “California Love”, dos rappers Tupac Shakur e Snoop Dogg, bomba entre as cenas.

Para quem lembra, “CHiPs” era a sigla da California Highway Patrol, a Polícia Rodoviária da Califórnia. Na série, que durou 6 temporadas entre 1977 e 1983, os personagens eram interpretados respectivamente por Larry Wilcox e Erik Estrada. A dupla caçava bandidos e patrulhava as rodovias da Califórnia de motocicleta.

O filme é bem diferente. Uma comédia de ação ao estilo de “Anjos da Lei” e do vindouro “Baywatch”, que toma liberdades com a trama original. Para começar, Frank ‘Ponch’ Poncherello, vivido por Michael Peña (“Homem-Formiga”), não é realmente um policial rodoviário, mas um agente do FBI disfarçado, que é colocado para patrulhar com Jon Baker, interpretado por Shepard.

Além de Shepard e Peña, o elenco da adaptação inclui a australiana Jessica McNamee (série “Sirens”), Adam Brody (série “StartUp”), Ryan Hansen (série “Veronica Mars”), Vincent D’Onofrio (série “Demolidor”), Justin Chatwin (série “Shameless”), Jane Kaczmarek (série “Malcolm in the Middle”), Maya Rudolph (série “Up All Night”), Rosa Salazar (“Maze Runner: Prova de Fogo”), Adam Rodriguez (“Magic Mike”), Ben Falcone (“A Chefa”) e Kristen Bell (série “The Good Place”), que é casada com Shepard.



Antes de “CHiPs”, Dax Shepard teve apenas um trabalho como diretor: a comédia indie de ação “Relação Explosiva”, também repleta de perseguições rodoviárias – e cotação perfeitamente medíocre de 50% no Rotten Tomatoes.

A estreia está marcada para 23 de março no Brasil, um dia antes do lançamento nos EUA.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings