Roteirista abandona filme de Sandman dizendo que material é para série

A adaptação cinematográfica de “Sandman”, de Neil Gaiman, sofreu mais uma baixa. Após a saída do ator Joseph Gordon-Levitt em março, agora é o roteirista Eric Heisserer (“Quando as Luzes se Apagam”) quem está deixando o projeto. Segundo ele, a adaptação dos quadrinhos não vai funcionar como um longa e deveria ser pensada como uma série de TV.

“Cheguei à conclusão que a melhor versão para esse material seria como uma série da HBO, ou mesmo uma minissérie, mas não como um filme — nem mesmo uma trilogia”, contou Heisserer ao site io9.

Na época, a contratação de roteirista foi vista como uma resposta à saída de Gordon-Levitt, que além de planejar estrelar o longa, era produtor e pretendia fazer sua estreia como diretor com a adaptação. Segundo Heisserer, contudo, o ator já havia deixado o projeto “silenciosamente” sete meses antes.

Gordon-Levitt havia se pronunciado sobre o assunto em sua conta no Facebook, onde disse que “percebeu que ele e a equipe da New Line não concordam sobre o que torna ‘Sandman’ tão especial, e sobre o que essa adaptação deveria ser” — ponto de vista que Heisserer agora compartilha.

O problema se deu quando todo o catálogo da Vertigo, o selo adulto dos quadrinhos da DC Comics, foi transferido da Warner Brothers para sua subsidiária, a New Line, especializada em produções de terror barato. Após a saída de Hesseirer, ainda não está claro se a New Line vai continuar ou não com a adaptação cinematográfica.

A publicação de “Sandman” consolidou o gênero dos quadrinhos adultos na virada dos anos 1980 para os 1990, impulsionando o lançamento do selo Vertigo, divisão adulta da DC Comics. A trama acompanha Morpheus, o senhor dos sonhos, que após anos aprisionado ressurge para retomar seu lugar entre os Perpétuos, “deuses antes dos deuses” que mantém a coesão do universo, ao lado de seus irmãos Destino, Morte, Destruição, Desejo, Desespero e a caçula Delírio. A revista em quadrinhos foi publicada entre 1989 e 1996.

Recentemente, os quadrinhos da Vertigo renderam as séries “Constantine”, cancelada em sua 1ª temporada, “Preacher”, renovada para a 2ª temporada, e “Lucifer”, atualmente com boa audiência em sua 2ª temporada.