Marvel e Fox fizeram acordo para viabilizar utilização de personagens em Deadpool e Guardiões da Galáxia 2



Os roteiristas de “Deadpool” e o diretor de “Guardiões da Galáxia” revelaram neste fim de semana um segredo dos bastidores de seus filmes. Um acordo foi feito entre os estúdios 20th Century Fox e Marvel Studios para a utilização de dois personagens.

Em sua página no Facebook, o cineasta James Gunn explicou que, quando escreveu o roteiro de “Guardiões da Galáxia Vol. 2”, não sabia que os direitos do personagem Ego, o Planeta Vivo pertenciam à Fox. “Eu não tinha nenhum plano reserva, e seria quase impossível simplesmente colocar outro personagem no lugar. Graças a Deus a Fox veio até nós querendo fazer uma troca”, revelou o cineasta.

De acordo com os roteiristas Paul Wernick e Rhett Reese, foi deles a iniciativa de procurar a Marvel, porque queriam ter liberdade criativa para retratar a personagem Negasonic Teenage Warhead (Míssil Adolescente Negassônico) no primeiro filme do mercenário tagarela. Nos quadrinhos, ela é uma jovem telepata. Mas eles adoraram o nome da mutante e queriam representá-la com poderes explosivos.



Para conseguir a permissão de mudar os poderes de Negasonic, a Fox aceitou devolver para a Marvel os direitos de uso de Ego, que tinham sido adquiridos junto com os personagens dos universos de X-Men e Quarteto Fantástico.

Negasonic Teenage Warhead acabou sendo uma das melhores surpresas de “Deadpool”, interpretada pela jovem Brianna Hildebrand. E Ego, o Planeta Vivo será visto em “Guardiões da Galáxia Vol. 2” com interpretação de Kurt Russell. O personagem foi escolhido pelo diretor e roteirista James Gunn para ser a versão cinematográfica do pai do herói Peter Quill, o Senhor das Estrelas. A estreia brasileira da continuação de “Guardiões da Galáxia” está marcada para 27 de abril.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings