Shooter: Série é adiada após assassinatos de policiais por atirador de elite nos EUA

O canal pago americano USA anunciou que a série “Shooter”, baseada no filme “Atirador” (2007), terá sua estreia adiada em uma semana. O motivo foi a tragédia da semana passada: a morte de cinco policiais de Dallas, assassinados por um atirador de elite do exército durante uma manifestação na quinta (7/7). O canal considerou existir semelhanças entre o crime e a trama da série, que acompanha o atirador de elite Bob Lee Swagger, implicado numa trama de assassinato em meio a um evento público.

Na série, Ryan Phillippe (série “Secrets and Lies”) vive o personagem-título, um fuzileiro americano e exímio atirador, que é contratado como consultor de segurança de uma agência federal, apenas para servir de bode expiatório de um atentado contra o presidente dos EUA. Perseguido pelo FBI, ele usa suas habilidades militares para evitar a captura, enquanto inicia um plano para expor os verdadeiros traidores que o incriminaram.

O elenco ainda inclui Cynthia Addai-Robinson (a Amanda Waller da série “Arrow”), Omar Epps (série “House”), Shantel VanSanten (a Patty Spivot da série “The Flash”) e Eddie McClintock (série “Warehouse 13”).

A adaptação foi desenvolvida por John Hlavin (roteirista de “Anjos da Noite: O Despertar”) e será coproduzida pelo astro do filme, Mark Wahlberg, e o astro da série, Ryan Phillippe.

Anteriormente marcada para 19 de julho nos EUA, a série vai começar agora no dia 26.