Yoga Hosers: Terror estrelado pela filha de Johnny Depp ganha novo trailer e pôster

A Starstream Media divulgou o trailer do terror indie “Yoga Hoser”, estrelado pelas filhas do ator Johnny Depp (“Alice Através do Espelho”) e do diretor Kevin Smith (“O Balconista”), com participação de Johnny Depp e direção de Kevin Smith. A brincadeira em família também tem direito à aparição da ex-mulher de Depp, a atriz Vanessa Paradis (“Amante a Domicílio”), no papel de professora da classe da própria filha.

“Yoga Hosers” é sequência de “Tusk” (2014), que já incluía Depp e direção de Smith, além de figuração das duas herdeiras adolescentes. A culpa é da amizade entre as meninas, Lily-Rose Melody Depp e Harley Quinn Smith. Isto aproximou um dos atores mais caros de Hollywood de um dos diretores mais baratos. Conversa vai, conversa vem, Depp topou aparecer sob muita maquiagem em “Tusk”, que teve uma pequena cena de Lily-Rose e Harly Quinn como balconistas.

Como “Tusk” não fez sucesso algum, Smith decidiu que merecia uma sequência, desta vez centrada nas figurantes da família. E Depp foi convencido a ampliar sua presença sob o disfarce, o sotaque e a interpretação histriônica conferida a seu personagem, o caçador canadense de casos sobrenaturais Guy Lapointe.

Na trama, as filhas balconistas de Depp e Smith, ambas chamadas Colleen na trama, flertam com jovens clientes e enfrentam salsichas nazistas em sua loja de conveniências.

O elenco de coadjuvantes é praticamente uma reprise completa de “Tusk”, incluindo Justin Long (“Amor à Distância”), Haley Joel Osment (série “Alpha House”), Michael Parks (“Seita Mortal”) e Genesis Rodriguez (“Noite Sem Fim”). Também participam da brincadeira Austin Butler (série “The Shannara Chronicles”), Tyler Posey (série “Teen Wolf”), Adam Brody (“Descobrindo o Amor”), Jason Mewes (“O Balconista”) e o autor de quadrinhos Stan Lee (“Barrados no Shopping”).

“Yoga Hosers” teve sua première no Festival de Sundance 2016, onde foi triturado pela crítica. O melhor elogio foi “ruim”, mas houve uma preocupação de caprichar nos adjetivos, partindo de “inepto” para chegar em “abuso infantil” (crítica da Variety). A estreia está marcada para 29 de julho nos EUA e não há previsão de lançamento no Brasil.