Bilheterias: Procurando Dory nem nota Independence Day nos EUA

A animação “Procurando Dory” não teve dificuldades em manter sua liderança nas bilheterias, em seu segundo fim de semana em cartaz nos cinemas dos Estados Unidos. A produção da Disney/Pixar arrecadou US$ 73,2 milhões, ficando muito à frente do 2º lugar, ocupado pela estreia de “Independence Day: O Ressurgimento”, que fez US$ 41,6 milhões.

A sequência de “Procurando Nemo” (2003) teve uma queda de apenas 46% em relação à bilheteria de sua estreia, garantindo assim o segundo melhor fim de semana de uma animação nos EUA em todos os tempos. Nos dez dias em que está em exibição, o filme já somou US$ 285,6 milhões no mercado doméstico. Em todo o mundo, o valor alcança US$ 396,8 milhões.

A continuação de “Independence Day” (1996), por sua vez, fez menos que o esperado. As estimativas apontavam que renderia ao menos US$ 50 milhões em seu primeiro fim de semana, igualando-se ao desempenho do filme original, mas o resultado acabou frustrando o estúdio 20th Century Fox. Para completar, as críticas foram, em sua grande maioria, negativas, resultando em apenas 33% de aprovação na média tabulada pelo site Rotten Tomatoes.

Novamente dirigido por Roland Emmerich, o longa custou US$ 165 milhões, por isso necessita de uma boa performance nas bilheterias internacionais para se pagar. Por enquanto, o rendimento mundial está em US$ 143 milhões.

Seu consolo é que faturou em três dias quase tudo o que “Warcraft” conseguiu somar em três semanas nos EUA. O fracasso do estúdio Universal já até saiu do Top 10, em 16 dias.

As outras duas estreias da semana tiveram desempenhos diferentes. O suspense “Águas Rasas”, em que Blake Lively enfrenta um tubarão, arrecadou acima do esperado: US$ 16 milhões. Filmado por US$ 17 milhões, a produção ocupou o 4º lugar e deve dar lucro rapidamente, apenas com o faturamento doméstico. Para ajudar, a crítica adorou (74% de aprovação).

Já “Free State of Jones” não se deu bem. O drama escravagista estrelado por Matthew McConaughey, como líder de uma rebelião contra os Estados Confederados no século 19, fez somente US$ 7,8 milhões. É valor de produção indie modesta. Entretanto, custou US$ 50 milhões de produção e, tudo indica, dará prejuízo sem conseguir nem mesmo prestígio, com 40% de aprovação no site Rotten Tomatoes.

BILHETERIAS: TOP 10 EUA

1. Procurando Dory
Fim de semana: US$ 73,2 milhões
Total EUA: US$ 286,5 milhões
Total Mundo: US$ 396,8 milhões

2. Independence Day: O Ressurgimento
Fim de semana: US$ 41,6 milhões
Total EUA: US$ 41,6 milhões
Total Mundo: US$ 143 milhões

3. Um Espião e Meio
Fim de semana: US$ 18,3 milhões
Total EUA: US$ 69,3 milhões
Total Mundo: US$ 83,6 milhões

4. Águas Rasas
Fim de semana: US$ 16,7 milhões
Total EUA: US$ 16,7 milhões
Total Mundo: US$ 16,7 milhões

5. Free State of Jones
Fim de semana: US$ 7,7 milhões
Total EUA: US$ 7,7 milhões
Total Mundo: US$ 7,7 milhões

6. Invocação do Mal 2
Fim de semana: US$ 7,7 milhões
Total EUA: US$ 86,9 milhões
Total Mundo: US$ 242,9 milhões

7. Truque de Mestre: O 2º Ato
Fim de semana: US$ 5,6 milhões
Total EUA: US$ 52 milhões
Total Mundo: US$ 159,7 milhões

8. X-Men: Apocalipse
Fim de semana: US$ 2,5 milhões
Total EUA: US$ 151,1 milhões
Total Mundo: US$ 523,8 milhões

9. As Tartarugas Ninja – Fora das Sombras
Fim de semana: US$ 2,4 milhões
Total EUA: US$ 77,1 milhões
Total Mundo: US$ 153,9 milhões

10. Alice Através do Espelho
Fim de semana: US$ 2,1 milhões
Total EUA: US$ 74,5 milhões
Total Mundo: US$ 249 milhões