Curta brasileiro é selecionado para o Festival de Cannes

A organização do Festival de Cannes 2016 divulgou sua seleção oficial de curtas. E o filme brasileiro “A Moça que Dançou com o Diabo”, do diretor João Paulo Miranda Maria, é um dos selecionados para concorrer à Palma de Ouro da categoria.

O filme foi finalizado com o dinheiro arrecadado em uma rifa e representa a volta do cineasta paulista ao festival, após ter se destacado na mostra Semana da Crítica no ano passado, com o curta “Command Action”.

Dos dez filmes selecionados, a maioria vem de países europeus. Há apenas outro representante da América Latina: “Madre”, do colombiano Simón Mesa Soto. Segundo a organização, foram inscritos mais de 5 mil títulos.

A cineasta japonesa Naomi Kawase (“Sabor da Vida”) preside o júri responsável pela premiação dos curtas.

A 69ª edição do Festival de Cannes acontece entre os dias 11 e 22 de maio.

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings