A Piada Mortal: Animação baseada na famosa graphic novel de Batman será imprópria para menores

 

A animação “Batman: The Killing Joke”, baseada na graphic novel “A Piada Mortal”, recebeu classificação “R” nos EUA. É a primeira produção animada de Batman a receber censura tão elevada, sendo proibida para menores de 17 anos.

O produtor de animação, Sam Register, disse à revista Entertainment Weekly que sua esquipe procurou ser o mais fiel possível aos quadrinhos, sem se preocupar com a classificação indicativa que poderiam receber. “O gibi é reverenciado pelos fãs, particularmente por seus temas adultos muitas vezes chocantes. Nós sentimos que era nossa responsabilidade apresentar ao nosso público um filme de animação que representasse de forma autêntica a história que eles conhecem muito bem”, explicou.

Os quadrinhos originais são realmente fortes e acabaram rendendo a história mais famosa do Coringa. Escrita por Alan Moore (“Watchmen” e “V de Vingança”) e desenhada por Brian Bolland em 1988, “A Piada Mortal” conta a origem do Coringa e registra o infame atentado contra Barbara Gordon, no qual o vilão a deixou paraplégica, acabando com sua carreira como Batgirl. Além disso, a trama contém cenas de tortura física e psicológica do Coringa sobre o Comissário Gordon, que é aprisionado nu numa jaula de circo.

O primeiro trailer divulgado da animação reproduzia cenas icônicas dos quadrinhos, como a citada tortura do Comissário Gordon, a luta entre Batman e o vilão na lama de um circo abandonado, flashes da origem do Coringa e detalhes do atentado contra Barbara Gordon. Entretanto, o trailer também mostra a Batgirl, que não aparece na história. Nos quadrinhos clássicos, a heroína é representada apenas em sua identidade civil, como Barbara, a vítima da tragédia.

A produção conta com dublagem de Mark Hamill (o Luke Skywalker de “Star Wars”), que faz a voz do Coringa nos desenhos da Warner desde “Batman – A Série Animada”, de 1992. Quem dá voz a Batman, por sua vez, é Kevin Conroy, o dublador original do herói na animação de clássica 1992.

Com direção de Sam Liu (“Justice League vs. Teen Titans”), a animação será lançada diretamente em DVD e Blu-ray, com première em julho durante a San Diego Comic-Con.

O estúdio não pretende lançar uma versão alternativa, com corte ou redução de cenas, para conseguir uma classificação indicativa menor. Assim, “Batman: The Killing Joke” se tornará o segundo lançamento em vídeo do universo dos quadrinhos da DC Comics a receber o selo R-Rated. Conforme anunciado, a Warner pretende lançar uma versão estendida e sem censura de “Batman vs. Superman: A Origem da Justiça”, que chegará no mercado de home video com classificação “R”.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings