Continuação de Alien pretendia trazer de volta a menina de Aliens – O Resgate


Após ter sua presença confirmada no projeto de “Alien 5”, o ator Michael Biehn revelou que não voltaria sozinho para a franquia. Em entrevista ao site Icons of Fright, o intérprete do Cabo Hicks em “Aliens – O Resgate” contou que a continuação contaria com a presença de Newt, a menina que ele e Ripley (Sigourney Weaver) salvaram no filme de 1986. A personagem reapareceria como uma mulher adulta de 27 anos.

O ator explicou que o objetivo do diretor e roteirista Neill Blomkamp (“Elysium”), ao recuperar a personagem vivida por Carrie Henn aos 9 anos de idade, seria uma forma de renovar a franquia com uma nova protagonista em futuras sequências. “Eu sei que toda atriz em Hollywood vai querer interpretar esse papel, pois é realmente um passagem de protagonismo entre Sigourney e essa atriz mais jovem que interpretaria Newt”.

Tanto Hicks quanto Newt se tornaram personagens muito populares após “Aliens – O Resgate”, a ponto de terem aparecido na primeira história em quadrinhos derivada da franquia, que, na época, era uma continuação direta do filme – escrita por Mark Verheiden (futuro roteirista de “Battlestar Galactica”) em 1988. O problema é que “Alien 3” (1992) resolveu matar os dois fora de cena, na viagem espacial até o planeta prisão em que Ripley, a única sobrevivente, desperta.

Muitos fãs ficaram inconformados com o destino da dupla. Até que, sem alarde, Hicks reapareceu na franquia, resgatado no game “Colonial Marines” (2013), outra continuação em mídia diferente de “Aliens – O Resgate” (escrita por Bradley Thompson e David Weddle, ambos também de “Battlestar Galactica”). O game apresentava uma explicação convincente para justificar sua sobrevivência e, mais importante, chegou a ser considerado parte oficial da cronologia de “Aliens”.



Blomkamp pretendia oficializar este status. Quando apresentou para a Fox seus planos para realizar “Alien 5”, o diretor sugeriu que o longa seria uma continuação direta do filme de 1986. “Eu quero que esse filme seja literalmente um irmão genético de ‘Aliens’, então seria ‘Alien’ (1979), ‘Aliens’ e esse filme”, ele disse, em entrevista, após ter o projeto aprovado.

Os planos, porém, foram interrompidos logo em seguida pelo estúdio, que decidiu adiar indefinidamente o projeto de “Alien 5” para priorizar “Alien – Covenant”, a sequência de “Prometheus” (2012), dirigida por Ridley Scott. É que ambos os filmes tratam do mesmo universo. Enquanto a história de “Prometheus” serve de prólogo para o primeiro “Alien”, o filme de Blomkamp seria a continuação da franquia.

Como o estúdio também anunciou que “Prometheus” será uma trilogia, é possível que o projeto de “Alien 5” demore para sair do papel. Para complicar mais, um eventual fracasso de “Alien – Covenant” pode até desencorajar a Fox a manter seu interesse na franquia.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings