Promotoria de Los Angeles apura denúncia de agressão sexual contra Sylvester Stallone

Promotoria de Los Angeles apura denúncia de agressão sexual contra Sylvester Stallone

 

A promotoria de Los Angeles revelou na quarta-feira (13/6), por meio de um comunicado de seu porta-voz, que está apurando um caso de agressão sexual contra o ator Sylvester Stallone.

O caso foi apresentado pela polícia de Santa Monica e está sendo investigado pela força-tarefa sobre crimes sexuais, formada após as denúncias contra Harvey Weinstein.

Não há maiores informações sobre a denúncia, mas duas mulheres acusaram Stallone de estupro no final do ano passado. Uma delas registrou o caso em Santa Monica.

O advogado Martin Singer, que também defende o diretor Brett Ratner de denúncias de assédio, disse ao site TMZ que se trata de mentira e que iria processar a acusadora.

Stallone admitiu publicamente que passou três dias com a acusadora durante uma filmagem de 1987 em Israel. Ele afirma que estava solteiro e ela não era menor. E garante que nunca houve estupro.

Já sobre o outro caso, em que o ator foi acusado por uma mulher, que seria menor em 1986, quando alegadamente foi estuprada, a porta-voz de Stallone, Michelle Bega, afirmou que os eventos alegados “nunca aconteceram”. Ela disse: “Esta é uma história ridícula, categoricamente falsa. Ninguém estava ciente dessa história até que ela foi publicada, incluindo o Sr. Stallone. Em nenhum momento o Sr. Stallone foi contatado por autoridades ou qualquer outra pessoa sobre este assunto. Isso nunca aconteceu.”

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Change privacy settings