Divulgação/Sony Pictures Classics

Woody Allen planeja novo filme na França

O cineasta Woody Allen revelou ter planos para um novo filme rodado em Paris. Em entrevista ao jornal francês Le Journal du Dimanche, o diretor americano contou que pretende se mudar para a capital da França já em setembro para dar início às filmagens.

Ele adiantou que o filme vai seguir a “mesma linha de ‘Match Point’, uma espécie de thriller romântico”. A produção londrina de 2005 marcou uma nova fase na carreira do diretor, com trabalhos em locações internacionais.

Allen ainda explicou que produção será falada em francês e contará com atores do país.

Será o segundo filme do cineasta rodado em Paris. Ele venceu o Oscar de Melhor Roteiro com o primeiro, “Meia-Noite em Paris”, que há dez anos contou com Marion Cotillard e Léa Seydoux, mas deixou os papéis principais com artistas americanos.

“Guardei uma lembrança maravilhosa das filmagens de ‘Meia-Noite em Paris’ em 2010. Eu amo muito esta cidade e a visitei com frequência, descobrindo lugares mágicos todas as vezes”, continuou Allen. E ele ainda revelou que sua filha mais nova, Manzie Tio Allen, está atualmente participando das gravações da série “Emily in Paris” na capital francesa.

Entretanto, uma fonte próxima ao projeto garantiu que o orçamento, que está na faixa de US$ 10 milhões, ainda não está totalmente garantido. Allen sustenta que já conseguiu encontrar o financiamento com uma empresa dos EUA, mas não deu mais detalhes.

O diretor sofre boicote de distribuidoras americanas devido a uma campanha de cancelamento movida por sua filha adotiva, Dylan Farrow, que alega ter sido abusada por ele quando era uma criança pequena. O caso é controverso e Allen chegou a sofrer duas investigações na época original das acusações, quando estava atravessando uma separação tumultuada de Mia Farrow. A conclusão das duas investigações indicou que ele era inocente. Mas, três décadas depois, ele foi considerado culpado pelo tribunal das redes sociais, quando o caso voltou à tona em meio ao movimento #MeToo.

Por conta disso, o filme mais recente de Woody Allen foi rodado na Espanha: a comédia “Rifkin’s Festival” (2020), que chegou aos cinemas brasileiros em janeiro, mas não teve distribuição nos EUA.