Divulgação/Globoplay

Fãs fazem petição pra manter elenco da “Turma da Mônica” em novos projetos

Após o estúdio de Mauricio de Sousa anunciar que os próximos filmes da “Turma da Mônica” teriam novos atores, os fãs das adaptações dos quadrinhos resolveram protestar nas redes sociais. O movimento acabou rendendo até uma petição online, que chegou a cerca de 50 mil assinantes.

“O B.O. é o seguinte, vai ter recast dos personagens de ‘Turma da Mônica’ pra fazer novos filmes, mas os atores de ‘Laços’, ‘Lições’ e ‘A Série’ já estão bem construídos pra dar continuidade ao universo”, diz o texto da petição, criada na comunidade Avaaz.

Os filmes e a série recém-lançada da “Turma da Mônica” foram estrelados por Giulia Benite (Mônica), Kevin Vechiatto (Cebolinha), Laura Rauseo (Magali) e Gabriel Moreira (Cascão), além de Emilly Nayara, intérprete de Milena, que foi introduzida em “Turma da Mônica: Lições” e está sendo considerada a quinta integrante da Turma.

A decisão de trocar o elenco foi anunciada na semana passada pelo produtor-executivo do núcleo audiovisual da MSP (Mauricio de Sousa Produções), Marcos Saraiva. Falando sobre os próximos lançamentos do estúdio, ele afirmou que “Turma da Mônica: A Série” marcaria a despedida do atual elenco de intérpretes. Mas os personagens voltariam em quatro filmes da “Turma da Mônica Jovem”, com novos atores na faixa dos 20 anos. Segundo Saraiva, eles já foram escolhidos, embora o casting ainda não tenha sido divulgados.

Os fãs, entretanto, já demonstraram querer, no mínimo, uma 2ª temporada de “Turma da Mônica: A Série”.

Lançada na quinta-feira passada (21/7) pela Globoplay, a série foi um dos assuntos mais comentados do Twitter no fim de semana e gerou engajamento de fãs de todas as idades. Um dos comentários destacou a importância de continuar com o elenco e focar em outros filmes enquanto eles crescem – para mantê-los em “Turma da Mônica Jovem”. “Escutem os fãs. A gente quer esse elenco. Foquem no Chico Bento e no Penadinho em 2022-2023 e trabalhem na caracterização do elenco pra TMJ. Não ignorem a gente. Por favor”.

Para justificar a mudança, Saraiva disse que a MSP não quer esperar até que as crianças cresçam para interpretar a “Turma da Mônica Jovem” e também não gostaria de vincular os personagens aos atores, como a Marvel fez com “Os Vingadores”, por exemplo. O modelo é “Batman”.

“Reproduzir o modelo da Marvel seria um risco”, disse Saraiva, listando o alto cachê que os atores podem cobrar conforme ficarem famosos e o problema que causaria um ou outro se recusar a seguir interpretando o papel – o que, lá fora, já ameaçou a continuidade de franquias, como os próprios Vingadores.

Diante da mobilização do público, porém, tudo pode mudar. Um tuite do perfil oficial da “Turma da Mônica” avisou que a MSP estava acompanhando os protestos dos fãs.

“Estamos acompanhando a movimentação nas redes sociais. É preciso reconhecer: nosso fandom é incrível! Os conteúdos sobre a série demonstram que o trabalho foi muito bem feito. Estamos felizes demais”, comunicou o perfil.

Em seguida, acrescentou outro tuite para reforçar que pode agir de acordo com a vontade dos fãs. “Os próximos projetos da MSP estão na mesa e serão anunciados no momento certo. O objetivo desta mensagem é demonstrar que, sim, estamos escutando. E vamos manter vocês informados”, acrescentou, em recado aos leitores e espectadores de “Turma da Mônica”.