Divulgação/Marvel

“Doutor Estranho 2” tem uma das maiores estreias de todos os tempos

“Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” estreou com US$ 185 milhões nos EUA e Canadá, e somou US$ 450 milhões de bilheteria mundial em seu primeiro fim de semana em cartaz, de acordo com dados da Comscore.

A marca é tão impressionante que significa que, em apenas quatro dias – considerando os países com estreias nas quintas – , “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” já fez quase 70% de toda a bilheteria conquistada por “Batman” em dois meses.

O valor representa a quarta maior estreia entre todas as produções da Marvel, superada apenas pelos dois últimos “Vingadores” e “Homem-Aranha Sem Volta para Casa”.

Na comparação com outros filmes de super-heróis, a abertura ficou apenas 17% atrás de “Homem-Aranha Sem Volta para Casa”, 126% acima de “Batman” e 160% acima do primeiro “Doutor Estranho”.

O filme dirigido por Sam Raimi ainda estabeleceu um novo recorde de bilheteria IMAX, com US$ 33 milhões, a maior bilheteria do formato num lançamento de maio – e a 5ª melhor estreia mundial da Marvel no formato. E revitalizou o desempenho das projeções em 3D, que vinham em queda devido ao valor mais elevado de seus ingressos.

Em toda a América Latina, 25% das bilheterias vieram do 3D, lideradas pelo Brasil com 46%.

Além dos EUA e Canadá, os países em que o filme teve maior bilheteria foram Coreia do Sul (US$ 30 milhões), Reino Unido (US$ 24,7 milhões), México (US$ 21,5 milhões), Brasil (US$ 16,3 milhões), Índia (US$ 12,7 milhões), Austrália (US$ 12,6 milhões), Alemanha (US$ 12 milhões), França (US$ 11 milhões), Japão (US$ 9,4 milhões) e Itália (US$ 9 milhões).

Em todos os mercados de lançamento, o filme chegou ao Top 10 das maiores estreias de todos os tempos. E ainda marcou a melhor estreia da era pandêmica em oito países. No Brasil, ficou atrás apenas da estreia do novo “Homem-Aranha”.

O desempenho da produção do Marvel Studios deixou a concorrência na poeira. Líder pelas últimas duas semanas nos EUA, a animação “Os Caras Malvados” ficou em 2º lugar com apenas US$ 9,7 milhões de arrecadação. Ao todo, o filme chegou em US$ 57,5 milhões na América do Norte e US$ 148 milhões em todo o mundo.

“Sonic 2: O Filme” completa o pódio com US$ 6,2 milhões, atingindo US$ 169,9 milhões domésticos e US$ 349 milhões mundiais. E isso dá a medida do tamanho da arrecadação da produção da Marvel, já que a Paramount considera a adaptação do videogame um sucesso. Com um mês em cartaz, “Sonic 2” faturou menos que “Doutor Estranho 2” em quatro dias.

O novo filme da Marvel também pulverizou os números de “Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore”. A comparação escancara de vez o fracasso da produção da Warner Bros., que aparece em 4º lugar nos EUA neste fim de semana com US$ 3,9 milhões. Em 24 dias, foram US$ 86 milhões na América do Norte e US$ 363 milhões em todo o mundo, o que representa o fim da viabilidade financeira da franquia.