Divulgação/Galeria

Caso Richthofen vai ganhar terceiro filme

A repercussão positiva de “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais” vai gerar um terceiro filme. Segundo apurou a colunista Patricia Kogut do jornal O Globo, a ideia é manter o elenco – e parte dos atores já começou as negociações.

O novo longa deverá mostrar o que aconteceu no período de quatro anos entre o crime o julgamento.

Dirigidas por Maurício Eça, as duas produções lançadas pela Amazon Prime Video foram estreladas por Carla Diaz como Suzane von Richtofen e Leonardo Bittencourt como Daniel Cravinhos. Os filmes contam como o casal se envolveu e planejou a morte dos pais dela em 2002, com a ajuda do irmão do rapaz, Cristian (Allan Souza Lima).

Escrito por Ilana Casoy e Raphael Montes, o roteiro foi baseado nos depoimentos dos réus durante o julgamento, em 2006. Cada um dos filmes traz o ponto de vista de um dos condenados.

No elenco, estavam ainda Augusto Madeira e Debora Duboc, como os pais dos Cravinhos, Leonardo Medeiros e Vera Zimmermann, como os Richtofen, e Kauan Ceglio, no papel do irmão de Suzane, Andreas.

Ambos os longas estão disponíveis na Amazon Prime Video. Lembre o trailer abaixo.