Divulgação/The CW

“Batwoman” é cancelada após três temporadas

A rede The CW cancelou a série “Batwoman” após três temporadas. A notícia foi dada pela criadora e showrunner da atração, Caroline Dries, num post publicado nesta sexta-feira (29/4).

Em sua postagem, a produtora e roteirista se disse “chateada” pela decisão.

“Acabei de receber a triste notícia de que ‘Batwoman’ não verá uma 4ª temporada. Estou chateada, mas cheia de gratidão. Que honra fazer 51 episódios. Tantas pessoas inspiradoras e brilhantes contribuíram para esta série. Obrigado produtores, elenco e equipe. Obrigado, fãs! Nós te amamos”, ela escreveu.

Embora tenha concluído a trama central desenvolvida em seu terceiro ano, os últimos instantes da 4ª temporada apresentavam uma nova ameaça, num gancho que, infelizmente, nunca terá conclusão.

“Batwoman” era uma das melhores atrações do Arrowverso, mas enfrentou rejeição de parte do público desde seu anúncio por destacar a primeira heroína lésbica de uma série de super-heróis. O preconceito dobrou quando a produção foi forçada a realizar uma mudança de protagonista. A saída/demissão (depende da versão) de Ruby Rose no final da 1ª temporada levou à contratação de Javicia Leslie e a uma reformulação da atração. Não só lésbica, Batwoman também passou a ser negra.

A série perdeu metade do público da 1ª para a 2ª temporada e estava atualmente entre as menos assistidas da CW, com média de 458 mil espectadores ao vivo. Entretanto, também era disponibilizada em streaming – mas não há dados de sua exibição online.

O cancelamento não é boa notícia para as demais séries do canal, muitas delas com menos público que “Batwoman”, como “Riverdale” e “Legacies”.

Entre as atrações de super-heróis, a divertida “Legends of Tomorrow” e a estreante “Naomi” ainda aguardam decisão sobre seus destinos.