Divulgação/Showtime

Séries “Black Monday” e “Work In Progress” são canceladas

O canal pago americano Showtime cancelou as séries de comédia “Black Monday” e “Work In Progress”.

A confirmação do fim de “Work In Progress” após a 2ª temporada foi feita pela cocriadora da atração, a cineasta Lilly Wachowski (“Matrix Resurrection”), nas redes sociais.

“Pouco antes do feriado de Ação de Graças, recebi a notícia extremamente decepcionante dos executivos da Showtime de que ‘Work in Progress’ não seria renovada para a 3ª temporada”, ela contou em um longo tópico no Twitter. “Foi uma grande chateação.”

A série girava em torno de Abby (a humorista e cocriadora Abby McEnany), uma lésbica gorda de meia-idade, que iniciava uma relação transformadora no meio de uma crise. O último episódio foi ao ar em outubro.

Já o destino de “Black Monday” foi revelado pelo ator Paul Scheer durante uma transmissão do Twitch. A série acabou com a exibição de sua 3ª temporada, encerrada em agosto do ano passado.

Criada pelos roteiristas-produtores Jordan Cahan (criador de “Champaign ILL”) e David Caspe (criador de “Happy Endings” e “Marry Me”), a atração tirava seu título do dia 19 de outubro de 1987, que ficou conhecido como Black Monday (a segunda-feira negra) por registrar o pior crash da história da bolsa de valores de Nova York. A trama contava “como um grupo de forasteiros se infiltrou no clube dos colarinhos brancos bem nascidos de Wall Street e acabou quebrando o maior sistema financeiro do mundo”.

O elenco reunia Don Cheadle (“Vingadores: Ultimato”), que voltava a estrelar uma série de comédia após cinco temporadas de “House of Lies” (2012–2016) no mesmo canal, Andrew Rannells (da série “Girls”), Regina Hall (“Viagem das Garotas”) e Paul Scheer (“Fresh Off the Boat”), entre outros

As duas séries foram disponibilizadas no Brasil pela plataforma Paramount+.