Instagram/Gloria Perez

Gloria Perez deu 20 horas de depoimento para série sobre assassinato de sua filha

A autora de novelas Gloria Perez gravou mais de 20 horas de depoimento para a série documental da HBO Max sobre o assassinato de sua filha, Daniella Perez, em 1992. Segundo a colunista Patricia Kogut, do jornal O Globo, a equipe de bastidores chorou durante as gravações.

Com direção de Tatiana Issa (“Dzi Croquettes”) e Guto Barra (“Yves Saint-Laurent: My Marrakesh”), que também assina o roteiro, o projeto foi idealizado por Issa, que começou a carreira como atriz e era próxima de Daniella. Em 1992, ano do assassinato, ela atuava na novela “Deus nos Acuda” com o marido da atriz, Raul Gazolla.

A produção de cinco episódios também contará com testemunhos de amigos, colegas, policiais do caso, promotores e advogados de defesa.

Daniella foi assassinada pelo ator Guilherme de Pádua, com quem fazia par romântico em “De Corpo e Alma”, novela escrita por sua mãe. Ele e sua esposa, Paula Thomaz, assassinaram a atriz de forma bárbara, com 18 facadas, num caso que teve grande repercussão na mídia.

Segundo o processo, a motivação do crime foi o fato de Guilherme acreditar que seu papel na novela estava diminuindo por culpa da atriz.

A estreia acontecerá em 2022, quando o assassinato completará 30 anos.