Divulgação/Roscosmos

Rússia vence corrida para fazer primeiro filme no espaço

A Rússia venceu a corrida espacial contra Hollywood. A atriz Yulia Peresild e o diretor Klim Shipenko foram ao espaço num foguete Soyuz nesta terça (5/10) para filmar o primeiro longa-metragem fora da Terra.

Anton Shkaplerov, astronauta veterano em três missões espaciais, acompanha a dupla nessa missão pioneira.

O foguete decolou de manhã na base de Baikonur, no Cazaquistão, e já chegou na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). Oficiais do centro de controle informaram que a tripulação estava se sentindo bem e todos os sistemas da espaçonave funcionaram normalmente, enquanto a ISS observou que, com a chegada dos russos, agora há 10 pessoas ao todo no local.

A dupla concorria com Tom Cruise e o diretor Doug Liman, que trabalharam juntos em “No Limite do Amanhã” e “Feito na América”, para realizar o feito espacial. Cruise anunciou no ano passado os planos de entrar para a História com “Luna Park”, “o primeiro filme rodado no espaço”, com auxílio da NASA de da SpaceX, empresa espacial do bilionário Elon Musk.

Desde então, a equipe russa acelerou seu projeto.

Peresild e Shipenko terão 12 dias para rodar seu filme, chamado “Challenge”, no qual uma cirurgiã, interpretada por Yulia, corre para a estação espacial na tentativa de salvar um tripulante que sofre de um problema cardíaco.

Durante a entrevista coletiva para a imprensa, a atriz de 37 anos, que estrelou a sci-fi “O Guardião dos Mundos”, contou que passou por um treinamento intenso para viver o papel, com disciplina rígida. “Foi psicológica, física e moralmente difícil. Mas acho que assim que atingirmos a meta, tudo isso não parecerá tão difícil e vamos lembrar com um sorriso”.

O diretor Klim Shipenko completará as filmagens na Terra após os registros das cenas espaciais, e disse que Shkaplerov e dois outros astronautas russos a bordo também estarão no longa.

Por curiosidade, o diretor de 38 anos já dramatizou um voo espacial em estúdio, no filme “Salyut-7”, sobre uma missão espacial soviética de 1985 (com 100% de aprovação no Rotten Tomatoes). Desta vez, não precisará de efeitos visuais para criar a sensação de mergulho nas estrelas.

A ISS postou um vídeo do voo e da chegada da equipe russa em seu Instagram.