Divulgação/Festival Varilux

Sócio do Espaço Itaú também assume cinema fechado em Salvador

Assim como aconteceu com o complexo do Espaço Itaú Cinema em Porto Alegre, o cinema de Salvador, fechado na quinta-feira (16/9), voltará a ser abertas em breve sem a marca, mas com a mesma equipe de programação. Adhemar Oliveira passará a operar tanto o cinema Glauber Rocha, em Salvador, como o cinema do Bourbon Shopping Country, em Porto Alegre, sob uma nova denominação.

Em Salvador, Oliveira trabalhará em sociedade com Claudio Marques, fundador e principal coordenador do Panorama Internacional Coisa de Cinema, que era o responsável pelo Espaço Itaú Cinema local. Já Oliveira, que também é diretor de programação do circuito Cinearte – com uma sala em São Paulo e outra em Belo Horizonte – , foi o mentor do Espaço Banco Nacional de Cinema, fundado em 1993 em São Paulo, que se tornou o embrião do projeto Espaço Itaú Cinema.

Os dois cinemas permanecerão fechados para a realização de obras e mudanças necessárias (troca de programação visual, adequação de sistemas digitais, etc) com reabertura prevista para breve. Neste meio tempo, Oliveira também buscará fechar novas parcerias comerciais.

Apesar da mudança de denominação, a programação dos novos cinemas pretendem dar continuidade ao “espírito de conjugar todas as cinematografias do mundo, do cinema comercial aos filmes independentes europeus e brasileiros, mantendo os projetos que formam novas plateias (clube do professor, escola no cinema) e difundindo cultura para todas as idades”, de acordo com comunicado.

A iniciativa preservará dois dos três complexos fechados pelo Espaço Itaú Cinema. Junto dos cinemas de Porto Alegre e Salvador, o circuito também perdeu salas em Curitiba, numa “reestruturação” que redireciona seus serviços para o streaming Itaú Cultural Play.

Apesar dos fechamentos, o circuito Espaço Itaú Cinema continua com cinco complexos em funcionamento, três nas cidades de São Paulo e os demais no Rio de Janeiro e Brasília, totalizando 40 salas.