Divulgação/Ebury

Sarah Harding (1981–2021)

A cantora e atriz Sarah Harding, mais conhecida por fazer parte do girl group Girls Aloud, morreu neste domingo (5/9) aos 39 anos de idade em decorrência de complicações de um câncer de mama. Ela tinha revelado em 2000 que lutava contra o câncer, que na ocasião já havia se espalhado por seu corpo.

“Eu gostaria de agradecer a todos por seu apoio gentil durante o último ano”, escreveu a mãe da artista no Instagram. “Isso significava muito para Sarah, e dava a ela muita força e conforto. Eu sei que ela não será lembrada somente por sua luta contra essa doença terrível – ela era uma estrela brilhante, e eu espero que ela seja lembrada assim”, acrescentou Marie Harding.

Sarah conheceu as demais integrantes do grupo musical britânico ao participar do reality show “Popstars: The Rivals” em 2002. Formado também por Nadine Coyle, Cheryl Tweedy, Nicola Roberts e Kimberly Walsh, o Girls Aloud lançou cinco discos, que venderam 8 milhões de cópias e renderam uma sequência de 20 singles consecutivos no Top 10 nas paradas do Reino Unido, antes de se separar oficialmente em 2013.

Em sua carreira solo, Harding lançou um único álbum, intitulado “Threads”, dois anos depois da separação do grupo.

Paralelamente à música, ela desenvolveu uma carreira como atriz. Seu maior destaque veio na comédia “Run for Your Wife” (2012), como uma das esposas que é enganada por um taxista bígamo (Danny Dyer). Entretanto, é mais lembrada por um pequeno papel na cultuada comédia britânica “Escola Para Garotas Bonitas e Piradas” (St. Trinian’s, 2007), que repetiu na continuação de 2009. Além disso, também fez alguns telefilmes britânicos e viveu um arco na novela infinita “Coronation Street” em 2015.

Ao ser diagnosticada com câncer terminal, Harding começou a trabalhar num livro biográfico, chamado “Hear Me Out”, que foi lançado em março deste ano.

Relembre abaixo o maior sucesso do Girls Aloud, em registro ao vivo da premiação do Brit Awards de 2009.